O secretário-geral do PS, António Costa, afirmou que os socialistas devem “respeitar o pedido” do ex-primeiro-ministro José Sócrates para que separem a política da Justiça e este possa exercer o seu direito de defesa. “Eu sobre essa matéria já disse tudo e acho que devemos não só respeitar o tempo da Justiça como respeitar também o próprio pedido que o engenheiro José Sócrates fez hoje para que a política se aparte do processo, de forma que a Justiça funcione e ele possa exercer o seu direito de defesa”, afirmou António Costa.

O líder socialista e presidente da Câmara Municipal de Lisboa falou aos jornalistas à saída da sessão de apresentação do último livro de Mário Soares, Cartas e intervenções políticas no exílio, no Centro Cultural de Belém.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Leia também: