A 5.ª edição do Córtex – Festival de Curtas-Metragens de Sintra regressa entre 12 e 15 de fevereiro com duas novas secções, mais filmes em cartaz e uma viagem pela cinematografia de Lars Von Trier. O programa foi anunciado esta quinta-feira, em Lisboa.

Margarida Vila Nova, Filipe Vargas, Inês Medeiros, Pedro Filipe Marques e Manuel Mozos compõem o júri que vai deliberar sobre as 37 curtas-metragens em competição. Quase metade, 16, são nacionais, produzidas entre 2013 e 2014.

Para a competição internacional foram selecionadas 12 curtas, mais do que a edição anterior, fruto do “aumento do número das inscrições que o festival tem vindo a receber”, de acordo com a organização. Uma delas é “Meninos do Rio”, a história dos miúdos que se atiram da Ponte D. Luís I para o rio Douro, no Porto, pelos olhos do realizador espanhol Javier Macipe Costa.

Uma das novidades da 5.ª edição do festival é o Mini Córtex, uma nova secção competitiva a pensar no público infantil que resulta de uma colaboração com a Monstra – Festival de Cinema de Animação de Lisboa. Em competição vão estar nove curtas de animação portuguesas e internacionais.

A segunda novidade é a secção Hemisfério, um espaço dedicado a uma instituição cinematográfica internacional, tendo sido escolhida para este ano a Danish Film School (Escola de Cinema Dinamarquesa). Nesta secção não competitiva vão ser exibidas cinco curtas-metragens realizadas pelos alunos da escola e a coordenadora internacional, Elizabeth Rosen, vai estar presente.

[jwplatform CHVIFOGM]

O nome mais sonante da programação também vem da Danish Film School. A cinematografia de Lars von Trier marca o arranque do festival, a 12 de fevereiro, e será possível conhecer dois filmes do polémico dinamarquês, realizados ainda enquanto aluno da escola: “Nocturne” e “Befrielsesbilleder / Image of a Relief”. Uma oportunidade para conhecer os primeiros passos do realizador de “Melancolia” e “Dogville”. Depois da sessão de abertura, haverá uma conversa em torno da obra do realizador, com Peter Schepelern, antigo professor de von Trier.

O Córtex acontece no Centro Cultural Olga Cadaval e vai estender-se ao Museu das Artes de Sintra, que vai receber as atividades complementares. Destaque para a palestra “The Making of Lars von Trier” por Peter Schepelern, a masterclass do realizador João Canijo e da atriz Anabela Moreira, o workshop de cinema de animação para crianças, o concerto do músico dinamarquês Mikkel Solnado e o concerto de música erudita com a violinista Lilia Donkova e o acordeonista Gonçalo Pescada, com projeção de imagens do realizador dinamarquês Carl Dreyer.