A União das Mutualidades Portuguesas reuniu-se esta segunda-feira o Presidente da República, em Lisboa, para apresentar os novos órgãos associativos e demonstrar algumas preocupações da associação, como a alteração da restituição do IVA.

“O objetivo da reunião foi apresentar os cumprimentos ao senhor Presidente da República, uma vez que nós tomámos posse em janeiro, e apresentar os novos órgãos associativos”, disse à agência Lusa o presidente da União das Mutualidades Portuguesas, Luís Alberto Silva, no final da audiência com Cavaco Silva.

“Entendemos que agora valia a pena a restituição de 100% [do IVA] porque somos realmente consumidores finais”, disse o presidente da instituição que agrega as associações mutualistas nacionais, explicando que atualmente é restituído à união metade do valor descontado.

O presidente da união disse que demonstrou ainda ao Presidente da República o desejo de “trabalhar com mais ministérios”, referindo que atualmente têm parceria com dez.

Luís Alberto Silva anunciou também a realização do Congresso Nacional do Mutualismo, a decorrer nos dias 10 e 11 de julho, no Europarque de Santa Maria da Feira, para o qual convidou Cavaco Silva.

O presidente da União das Mutualidades Portuguesas demonstrou expectativas de que o Presidente da República possa “atender às preocupações” demonstradas.

FZM/ZO // ZO

Lusa/fim