A menos de uma semana das eleições no Reino Unido, as sondagens dão o Partido Conservador e o Partido Trabalhista a um ponto de distância, com a leve vantagem a pertencer aos conservadores na reta final. Assim, David Cameron pode ficar nos 34%, enquanto o trabalhista Ed Miliband pode alcançar 33%. Nenhum destes resultados é suficiente para qualquer um dos partidos ter maioria no parlamento, o que pode levar a um país a um impasse após 7 de maio.

A YouGov, empresa de pesquisa de mercados e sondagens, prevê uma vitória muito escassa para os conservadores na próxima quinta-feira, com o partido do primeiro-ministro David Cameron a arrebatar 283 lugares no parlamento, enquanto os trabalhistas de Ed Miliband devem conseguir eleger 261. Em terceiro lugar a nível de percentagens de voto está o UKIP de Nigel Farage, que apesar de poder vir a ter 13%, apenas elegerá 2 deputados, seguidos pelos liberais que com 8% vão conseguir eleger eleger 32 deputados. Os Verdes terão perto de 5% e podem vir a eleger 1 deputado.

Já o SNP, partido que defende a independência da Escócia, terá menos de 6%, mas devido à distribuição de lugares nos círculos eleitorais do Reino Unido, poderá eleger 50 deputados, tornando-o numa das possíveis chaves para resolver a necessidade de coligação que os dois maiores partidos terão após as eleições. O parlamento britânico tem 650 deputados e uma maioria necessita de 326 deputados, um número impossível para trabalhistas e conservadores, o que obrigará a entendimentos.

Apesar de recusar para já essa hipótese, Miliband poderá tentar uma coligação com o SNP e os conservadores vão tentar reeditar o entendimento com os liberais que dura desde 2010 no Governo britânico. No entanto, mesmo na procura de coligações, o parlamento ficará suspenso e no caso de uma nova coligação entre conservadores e liberais, o Guardian adianta que as negociações podem vir a durar dias. Já a Reuters indica que os mercados se mostram nervosos com a possibilidade de não haver um Governo definitivo logo após as eleições e de o parlamento ficar suspenso.