A ideia feita de que é preciso um smartphone ou uma máquina digital para tirar fotografias à paisagem ou captar um qualquer momento instantâneo com os amigos não corresponde bem à verdade. Pelo menos de acordo com o projeto Disposable Camera Project, que esconde máquinas descartáveis — daquelas que se compravam nos anos 90 só para tirar as fotografias das férias — nas ruas de várias cidades e convida quem as encontrar a registar momentos que de outra forma passariam despercebidos.

A ideia de Mark Serrano e Mike Yambao surgiu no inverno de 2012, quando concorreram ao Toronto Urban Photography Festival e lhes foi pedido que concebessem um projeto de fotografia interativa, ou seja, que envolvesse o público.

Captura de ecrã 2015-07-9, às 16.36.02

As máquinas são colocadas em sítios estratégicos, com instruções em anexo. (foto: DCP)

Os dois canadianos espalharam então várias máquinas descartáveis pelas ruas de Toronto envoltas em plástico e com um papel com as instruções. Embora a receção não tenha sido a inicialmente expectável (talvez por ser inverno), a exposição das fotografias que conseguiram acabou por atrair as atenções de Nick Hill e Paul Nuestro, que se decidiram juntar ao projeto, que cresceu ao ponto de chegar às ruas de Nova Iorque, Montreal, Tóquio, Londres ou Amesterdão. Sempre assente no mesmo propósito: são as fotografias, tiradas por pessoas diferentes, as responsáveis por contarem a história daquelas ruas ao resto do mundo.

Ao Observador Mark Serrano disse não ter planos para pôr as máquinas nas ruas portuguesas, no entanto, nada está perdido. Muitas cidades têm-nas porque os próprios habitantes gostaram tanto da ideia que resolveram contactar um dos quatro amigos e pôr as mãos à obra, comprando as máquinas, espalhando-as pela cidade, e, posteriormente, enviando as fotografias para serem colocadas na galeria do site.

Ou seja, se depois de ver a fotogaleria quiser muito viver a experiência descrita é só comprar uma máquina descartável, colocá-la num lugar estratégico e esperar para ver o que as pessoas fotografam.