O matemático e catedrático da Universidade de Coimbra (UC) Nunes Vicente recebeu esta segunda-feira o prémio internacional Lagrange, nos EUA, pela síntese inovadora de técnicas matemáticas relacionadas com algoritmos que tem desenvolvido, anunciou aquela instituição.

A distinção, atribuída, desde 2003, de três em três anos, pelas sociedades científicas internacionais SIAM (Sociedade de Matemática Aplicada e Industrial) e MOS (Sociedade de Otimização Matemática), visa premiar “trabalhos fora de série na área da Otimização Contínua, que se distingam pela sua qualidade matemática e originalidade”, afirma a UC, numa nota divulgada esta segunda-feira.

Entregue na noite de domingo (madrugada de segunda-feira em Portugal), na cerimónia de abertura do XXII Simpósio Internacional de Programação Matemática, “perante 1.500 congressistas”, o prémio deste ano foi atribuído pelo livro ‘Introduction to Derivative-Free Optimization’, publicado em 2009 por Nunes Vicente e dois coautores – Andrew R. Conn, da IBM Research, e Katya Scheinberg, da Universidade de Lehigh –, refere a UC.

No tópico do prémio, a Otimização Sem Derivadas, Nunes Vicente e os seus coautores têm procurado “desenvolver e analisar algoritmos inovadores para a solução de problemas de otimização onde é escassa, ou de ordem baixa, a informação disponível sobre as funções envolvidas”.

Este tipo de problemas “surge frequentemente aquando do desenvolvimento de protótipos em engenharia e ciências aplicadas, onde as funções a otimizar resultam de simulações computacionais”, salienta a UC.

A monografia premiada é “uma síntese inovadora das técnicas matemáticas subjacentes à análise destes algoritmos”.

Doutorado pela Universidade de Rice, em Houston, em 1996, Nunes Vicente tem desenvolvido o seu trabalho a partir de Coimbra, onde é catedrático desde 2009.

Nunes Vicente foi investigador convidado da IBM Research e das universidades do Minnesota e de Nova Iorque e colabora regularmente com o centro CERFACS (organização de pesquisa para o desenvolvimento de métodos avançados para a simulação numérica e a solução algorítmica de problemas científicos e tecnológicos) e a escola de engenharia INP, de Toulouse (França), na qualidade de cientista sénior convidado.

O Prémio Lagrange deve a denominação a Joseph-Louis Lagrange, que foi “um dos matemáticos mais influentes do século XVIII”, sendo “vários os resultados matemáticos ainda hoje conhecidos pelo seu nome, do teorema do valor médio ao método dos multiplicadores, este último muito utilizado precisamente em Otimização Contínua”, refere a UC.