Há sete universidades portuguesas num ranking das 1.000 melhores universidades do mundo. A lista, elaborada pelo Center for World University Rankings (CWUR), põe a Universidade de Lisboa na dianteira das nacionais, ocupando o 257º lugar, e subindo um lugar em comparação com o ano passado, avança o Público.

Harvard, Stanford e o Massachusetts Institute of Technology (MIT) ocupam o três primeiros lugares da tabela. No ano passado, o pódio já era ocupado por estas universidades. Logo depois, aparece Cambridge, Oxford, Columbia, Berkeley, Chicago, Princeton e Cornell. A ocupar os lugares das 10 melhores do mundo estão, então, oito norte-americanas e duas do Reino Unido.

Quanto a nacionais, além da Universidade de Lisboa, está a Universidade do Porto, que este ano cai na tabela, passando de 290 para 308. Mais abaixo, encontra-se a de Coimbra, que sobe do 545 para o 507. Aveiro (de 553 para 557), a Nova de Lisboa (de 632 para 612), Minho (de 679 para 629) e a do Algarve (de 962 para 996), são as restantes. Há, assim, quatro universidades portuguesas a subir na tabela.

O CWUR tem sede na Arábia Saudita, e elabora este ranking desde 2012. Nadim Mahassem, presidente, explica que é medida “a qualidade da educação e formação que é dada aos estudantes, o prestígio dos membros das faculdades e a qualidade da investigação que fazem”.

Para a seleção das universidades, o CWUR avalia o número de antigos alunos que chegam a CEO em multinacionais (25% da nota), o número de prémios destes ex-alunos, assim como distinções. Papers divulgados em publicações de topo ou o número de trabalhos que são citados, também entram na análise. No total, há oito critérios de seleção.

Para conhecer o ranking completo, clique aqui.