O número de passageiros transportados pela CP atingiu 65 milhões nos primeiros sete meses do ano, o que representa um crescimento de 2,3% face ao mesmo período de 2014. Segundo um comunicado da empresa, julho é 23º mês consecutivo de aumento do volume de passageiros, que teve início em setembro de 2013.

Face a este “aumento consistente e continuado da procura, estão em estudo soluções para reforçar a frota já em 2016”, adianta a CP, sem dar mais detalhes. Em causa está o recurso a soluções de aluguer de material, do tipo das que são usadas pela aviação. Ainda que houvesse recursos financeiros, o lançamento de um concurso demoraria dois a três a anos até ter os veículos entregues. Espanha é o mercado mais óbvio dadas as limitações de bitola (a bitola ibérica) da rede portuguesa.

Só no mês de julho, o volume de passageiros ultrapassou os 9,5 milhões, um crescimento de 2,1% face ao mesmo mês de 2014. Foi também o melhor mês de sempre para o serviço Alfa Pendular que transportou mais de 194 mil passageiros, um crescimento de 7,2% face a julho de 2014.

A CP sublinha que está a trabalhar no máximo da sua capacidade para responder à elevada procura que se tem registado no Verão. E diz que os reforços de oferta tem angariado taxas de ocupação próximas dos 100%.

A procura pelos serviços regionais aumentou 4,8% para mais de 905 mil passageiros. Os comboios Urbanos de Lisboa registaram 6,47 milhões de passageiros, logo seguidos dos comboios Urbanos do Porto, com 1,59 milhões. A empresa não avança dados sobre a evolução da procura para este segmento.

Os proveitos de tráfego acompanharam este crescimento, com 4,2% de aumento no mês e 2,7% no acumulado de janeiro a julho de 2015.