Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O grosso da receita da sobretaxa de IRS é gerado por menos de um terço dos contribuintes, revelam os dados do Ministério das Finanças, enviados esta quinta-feira para o Parlamento. De acordo com o Diário Económico, 72,02% da receita é paga por 1,5 milhões de agregados familiares, ou seja, menos de 30% do total.

Há três dias, o grupo parlamentar do PS pediu ao Ministério das Finanças, agora liderado por Mário Centeno, mais informações sobre a cobrança da sobretaxa de IRS, para que PS, BE e PCP possam estudar de que forma poderão reduzir o imposto.

António Costa garante que a sobretaxa do IRS vai começar a ser eliminada já no próximo ano para os rendimentos mais baixos. Os contribuintes com rendimento coletável até 7.000 euros, pertencentes ao primeiro escalão, geram apenas 0,3% da sobretaxa de IRS.

Para os restantes, o imposto criado em 2012 por Vítor Gaspar poderá ser reduzido de forma progressiva até 2017. Mas o acordo ainda não está detalhado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR