“A Lenda do Dragão” promete comover até às lágrimas. Isto porque retrata o que há de mais genuinamente mágico: a verdadeira amizade. Agarre-se bem à cadeira e leve lenços de papel para toda a família. A emoção vai andar perigosamente à solta.

Se quer saber um pouco mais sobre a história antes de embarcar na nova aventura da Disney, nós levantamos a ponta do véu sem lhe dar a história inteira.

Elenco

Mostrar Esconder

“A Lenda do Dragão” conta, no seu elenco, com uma série de atores conhecidos do grande ecrã e já muito habituados a lidar com criaturas “do outro mundo”.

A atriz que faz de Grace (Bryce Dallas Howard) já tinha andado “a brincar” com dinossauros no “Mundo Jurássico”. O grande Robert Redford, vencedor do Óscar, é conhecido, por exemplo, pelo seu papel em “Capitão América: O Soldado do inverno”. Karl Urban é o mundialmente famoso Dr. Bones da saga “Star Trek”.

Wes Bentley foi um dos protagonistas de “The Hunger Games: Os Jogos da Fome”, um filme pós-apocalítico em que se joga pela própria vida. Quanto à jovem Oona Laurence, fez furor, no ano passado, como filha de um lutador de boxe no filme “Southpaw”. Finalmente, o pequeno Oakes Fegley tinha dado um ar da sua graça em “Sete Dias Sem Fim”. Agora promete conquistar definitivamente os corações dos cinéfilos (até dos mais empedernidos).

Escrito por Lowery e Toby Halbrooks, esta nova versão de um clássico de 1977 baseia-se numa história de Seton I. Miller e S.S. Field. A realização esteve a cargo de David Lowery (“Ain’t Them Bodies Saints”). A produção ficou por conta de Jim Whitaker (“Horas Decisivas”, “Friday Night Lights”). O produtor executivo é Barrie M. Osborne, que tem no seu currículo grandes sucessos, como “O Senhor dos Anéis – A Irmandade do Anel” e “O Grande Gatsby”.

Pete e Elliot são os melhores amigos … Até aqui tudo bem. Só que Pete é um rapaz órfão e Elliot é nada mais, nada menos do que … um dragão. Graças a esta amizade altamente improvável, Pete (Oakes Fegley) sobrevive durante seis anos embrenhado na floresta, até que é encontrado por uma guarda-florestal chamada Grace (Bryce Dallas Howard).

Quando Pete lhe faz um desenho de Elliot, a doce e ternurenta Grace nem quer acreditar. O dragão de Pete é igualzinho ao dragão das histórias de encantar que o seu pai, Sr. Meacham (Robert Redford), lhe contava em criança.

Afinal, a criatura misteriosa dos contos de fadas não era uma invenção da mente do velho carpinteiro? O feroz dragão vive mesmo algures numa floresta a noroeste do Pacífico? Será que existe de verdade? O mistério está prestes a ser revelado, mas… vai custar-lhe alguns sustos e saltos na cadeira.

Quem vai dar uma mãozinha nesta aventura é a pequena e adorável Natalie (Oona Laurence), de apenas 11 anos, filha de Jack (Wes Bentley), dono de uma fábrica de madeira. Para acreditar na história rocambolesca de Pete, também ela terá de ver o dragão com os seus próprios olhos.

Mas será que o resto do mundo está pronto para saber da existência de Elliot ou é melhor guardar segredo? O problema é que este segredo é… demasiado grande para ser escondido… Estará o dragão a salvo da curiosidade dos Homens? Ou já será tarde para evitar uma perseguição infernal e desenfreada à (até aqui) inofensiva criatura?

A amizade não tem tamanho

O novo filme da Disney, “A Lenda do Dragão” (Pete’s Dragon, no original), leva-nos, assim, numa viagem de cortar a respiração por um mundo mágico, à descoberta de uma amizade inspiradora entre uma adorável criança sem família e um enorme dragão verde, incrivelmente protetor e capaz dos mais nobres sentimentos.

Estão lá todos os ingredientes necessários para uma sessão de cinema inesquecível em família: muita ação, emoção de levar às lágrimas e humor quanto baste. Miúdos e graúdos vão ficar presos do princípio ao fim a esta extraordinária aventura sobre o poder da amizade e do amor. Com ou sem pipocas.