Um documentário de três horas dividido em dois filmes. É este o projeto que junta a Sony Pictures à HBO para contar a história de Elvis Presley como nunca foi contada. De acordo com as informações avançadas pelo site Deadline, a equipa d eprodução está a terminar os últimos detalhes, tarefa que ficará concluída até ao final deste ano. Resta confirmar a data de estreia.

A história a contar será a de Elvis Presley, desde que nasceu em Tupelo, Mississippi, em 1935, até às últimas gravações que fez, em 1976, e que só este ano foram editadas em disco, com Way Down in the Jungle Room, colectânea que tomou o nome de uma das áreas mais curiosas da mansão Graceland — a jungle room era uma espécie de man cave feita à medida das exigências e do ego de Elvis. Presley morreria no ano seguinte, em Agosto de 1977. E é em 2017 que se assinala o 40º aniversário do rei do rock’n’roll.

[um dos muitos takes incluídos em “Way Down in the Jungle Room”]

Para a realização deste documentário, a equipa de produção teve acesso a imagens raras e inéditas, graças ao acesso que os representantes legais de Elvis concederam. O arquivo de Graceland foi aberto à equipa da HBO e é o resultado dessa pesquisa privilegiada que é agora anunciado e que terá resultado num filme que se foca na música de Presley e na história pessoal de um dos símbolos maiores da cultura pop.

Thom Zimny é o realizador (autor de documentários sobre Bruce Springsteen como “The Ties That Bind” e “The Promise: The Making of Darkness on the Edge of Town”), Alan Light é o argumentista. Entrevistas com músicos, familiares e amigos de Elvis complementam as imagens de arquivo. O documentário deverá passar em Portugal na TV Series, canal que tem o exclusivo dos conteúdos HBO.