Neste excerto das gravações de “Life on Mars”, David Fonseca explica que convidou António Zambujo para a cantar porque “ele tem uma espécie de uma alegria e uma tristeza na voz, ao mesmo tempo, para dar festa e melancolia à canção”. E eram essas duas dimensões que queria dar à versão incluída em Bowie 70, o álbum de tributo que é editado a 17 de fevereiro.

No mesmo vídeo, António Zambujo lembra que, quando é hora de interpretar canções dos outros, há sempre um “processo de apropriação, para a aproximar ao máximo de uma zona de conforto”. Neste tema isso foi ainda mais necessário. Nas palavras de Zambujo: “É diferente de todas as canções que canto”. A principal preocupação, assim, foi a de cruzar “a canção do Bowie, os arranjos do David e a minha interpretação”.

No próximo dia 3 de fevereiro apresentamos, em primeira mão, o segundo episódio: “This Is Not America”, com Márcia.

“Life on Mars” faz parte do álbum Hunky Dory de David Bowie, editado originalmente em 1971.