Decore o número 25 porque não foi escolhido por acaso. O Pesqueiro 25 abriu portas, pela primeira vez, em São Martinho do Porto precisamente no número 25 e, no passado dia 25 de abril, inaugurou um novo espaço em Lisboa. “É um número com significado”, dizem os chefes (e sócios) João Diogo Mendes e César Lourenço em visita guiada ao Observador. Talvez devam o sucesso da casa-mãe (aberta há menos de um ano) mas a verdade é que o Pesqueiro 25 é conhecido na restauração pela sua qualidade e diversidade. Do mar para o prato, trouxe a sopa de lavagante com ovas (6,25€), o camarão à guilho (15,25€) e o famoso carabineiro grelhado (88,25€/kg) até à capital. “O segredo de um bom negócio está na frescura dos produtos e nos tempos de cozedura”, explica César Lourenço que acaba de chegar da cozinha.

A sopa de lavagante com ovos (6,25€) é o ex-líbris da casa que nasceu em São Martinho do Porto. (foto: Henrique Casinhas/Observador)

Com capacidade para 50 lugares, a marisqueira mora na Rua Nova de Carvalho — Rua Cor-de-Rosa para os amigos — no primeiro andar do novíssimo hotel 262 Authentic Suites. Entre bares e discotecas históricos, como a mítica Jamaica, o restaurante Pesqueiro 25 aposta no marisco mas não prescinde da carne como o bife do lombo da casa (21,25€) que pretendem que conquiste o título de “melhor bife de Lisboa”. Na falta do cenário veraneio do norte, sentam-se nas mesas clientes fiéis que passam o verão em São Martinho do Porto e sonham com o prego de atum no caco (10,25€) durante todo o ano. “Sempre nos disseram que se abríssemos em Lisboa iríamo-nos distinguir pela diferença”, explica o chefe marisqueiro João Diogo Mendes.

A par do prego de atum no caco (12,25€) há pratos carnes como o bife do lombo à Pesqueiro 25 para todos os gostos. (foto: Henrique Casinhas/Observador)

A decoração, essa, reflete a vida marítima através dos objetos e das cores. Da grande lareira à entrada, às tábuas de madeira em cima das mesas, nem o formato da ementa foi escolhido ao acaso. A mesma que sugere pão de ló (4,25€) para sobremesa. A pescaria final, com uma aselha numa extremidade e anzol na outra (leia-se compota e bolacha), não tem o número da sorte mas o nome da casa: mousse de morango, caramelo e abóbora (3,25€/cada). “A nível de futuro, o nosso objetivo é ser a melhor marisqueira da cidade a par do melhor bife de Lisboa, claro”, confessam.

O novo espaço está localizado no primeiro andar do hotel 262 Authentic Suites, em plena Rua Cor-de-Rosa. (foto: Henrique Casinhas/Observador)

Nome: Pesqueiro 25
Morada: Rua Nova de Carvalho, 15, 1º andar (Cais do Sodré), Lisboa
Telefone: 91 924 5438
Horário: De terça a domingo das 12h à 1h. Fecha à segunda.
Preço Médio: 30€
Reservas: Aceitam