O Partido Comunista Chinês (PCC) destacou este sábado o seu compromisso com a salvaguarda da unidade, respeitando a diversidade étnica do país, com o objetivo de conquistar o desenvolvimento e prosperidade comuns.

“Não queremos deixar ninguém para trás na prosperidade. Precisamos de permanecer juntos”, afirmou o vice-ministro executivo do Departamento da Frente Unida do PCC, Zhang Yijiong, numa conferência de imprensa, no âmbito do XIX Congresso do partido.

Segundo Zhang, o regime incentiva todos os grupos étnicos a “desempenhar o seu papel” no país, o que permite que todos os grupos minoritários trabalhem conjuntamente pela prosperidade e crescimento da China.

Zhang destacou que o Governo protege e respeita as tradições e culturas das minorias étnicas, o que demostra a unidade e força do país.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Por seu lado, o vice-ministro do Departamento de Relações Internacionais do PCC, Guo Yezhou, destacou a cooperação da China com atores estrangeiros para promover o entendimento mútuo e um maior crescimento.

Deste modo, insistiu na necessidade de prestar especial atenção à diplomacia com os países vizinhos e expandir o “círculo de amizades” no exterior para garantir a paz internacional.

O partido comunista realiza o seu XIX Congresso em Pequim, do qual, segundo os analistas, o Presidente Xi Jinping sairá reforçado.