O Sporting saiu este sábado vencedor do dérbi com o Benfica para a 17.ª jornada do campeonato nacional de voleibol, ao vencer com os parciais de 3-2, depois de ter estado a perder por dois ‘sets’ no pavilhão nº 2 da Luz.

Perante cerca de 1.300 espetadores, o dérbi foi emotivo, embora nem sempre bem jogado. Depois de ter vencido no jogo da abertura da competição, o Sporting voltou a revelar-se mais forte do que o rival e reforçou assim a liderança, passando a somar 40 pontos, contra os 38 do Benfica.

Ao longo de mais de duas horas e com o necessário recurso à ‘negra’, foi o Benfica a entrar melhor. Apesar de o equilíbrio ter sido a nota dominante no primeiro ‘set’, o bloco ‘encarnado’ mostrou-se mais assertivo e organizado, resolvendo com os parciais de 26-24.

A vantagem alcançada reforçou o moral da equipa de José Jardim, que elevou a sua consistência, muito graças à notável prestação de Gradinarov, sempre muito eficaz no ataque. Já o Sporting parecia não conseguir encontrar a regularidade necessária e fez um ‘set’ sempre em queda, cedendo por 25-19.

O parcial seguinte poderia ter sido decisivo para os ‘encarnados’, que tiveram o jogo claramente na mão e deitaram tudo a perder com inúmeros erros. Os ‘leões’ iam entregando muitos pontos no seu serviço, mas aos poucos foram elevando a eficácia no bloco e aproximaram-se no marcador. Na fase de decisões, o Sporting ‘despertou’ e começou por evitar a derrota e abrir caminho para o triunfo (24-26).

O desaproveitamento do terceiro ‘set’ afetou a formação ‘encarnada’, e o Sporting mostrou então grande maturidade, sustentando a sua recuperação na enorme atuação de Dennis, verdadeiramente imprescindível na partida na Luz. O técnico Hugo Silva mudou quase toda a equipa em relação ao início, e o ‘banco’ fez mesmo a diferença.

Depois da vitória fácil no quarto parcial, tudo ficou adiado para o quinto e derradeiro ‘set’. O equilíbrio voltou a subir no jogo, o marcador revelou menos distâncias entre os dois rivais, mas, no final, foi o leão quem acabou por sorrir, vencendo por 14-16, depois de ter estado praticamente derrotado a meio do encontro. E assim o Sporting confirmou a excelente época no ano de regresso à modalidade.