Um álbum com canções inéditas de Prince vai ser posto à venda em setembro, disse à revista Variety o presidente da Atom Factory, Troy Carter, responsável pela gestão do património do músico, que morreu há dois anos.

Troy Carter, que também é o diretor de serviços criativos da Spotify, disse que o álbum de Prince estará centrado numa fase específica da carreira do músico de Minneapolis, em vez de incluir canções inéditas de diferentes momentos do seu percurso.

“Prince basicamente guardou tudo. Assim há décadas de música, vídeos, maquetes e é demorado o processo de verificar cada um destes elementos e investigar o seu contexto histórico. ‘De onde vem isto? Quem colaborou? Onde foi gravado? Em que ano? É uma versão final?'”, disse Carter para explicar a complexidade do processo em curso sobre o “enorme arquivo” de Prince.

Na semana passada, voltou a público uma nova versão de “Nothing Compares 2 U”, uma canção escrita por Prince, popularizada nos anos de 1990 por Sinéad O’Connor.

Além do álbum de inéditos, é também esperada, ainda este ano, a publicação da autobiografia que o autor de “Purple Rain”, “Parade” e “Sign o’The Times”, tinha em curso. Prince morreu a 21 de abril de 2016, aos 57 anos, em consequência de uma overdose de analgésicos opióides, tendo sido encontrado sem vida em Paisley Park, a propriedade onde se situa a casa e o estúdio de gravação que construiu.

O jornal Star Tribune, de Minneapolis, noticiou que os herdeiros de Prince vão processar o hospital em Illinois, nos Estados Unidos, que tratou o músico uma semana antes da morte deste, por overdose.