Prince (1958-2016)

Livro de memórias de Prince chega em outubro

Chama-se "The Beautiful Ones", será publicado pela Random House e contém rascunhos da obra de memórias que Prince estava a escrever quando morreu. Terá ainda fotografias raras e letras do músico.

O músico e cantor morreu em abril de 2016, com uma overdose

BALAZS MOHAI/EPA

A editora livreira norte-americana Random House vai publicar a 29 de outubro um livro de memórias do cantor e músico Prince. A obra chamar-se-á “The Beautiful Ones” e conterá escritos que Prince deixou inéditos quando morreu. O livro terá 288 páginas e terá também uma introdução escrita por Dan Piepenbring, escritor e autor da revista The New Yorker, revelou a editora.

A obra é “um relato profundamente pessoal de como Prince Rogers Nelson se tornou o Prince que conhecemos: a história em tempo real de um miúdo a absorver o mundo em sua volta e a criar uma persona, uma visão artística e uma vida, antes dos êxitos e da fama que o vieram definir”, também de acordo com a editora.

A grande novidade é a data de publicação do livro, dado que o anúncio da publicação foi feito em 2016, um mês antes da morte do músico e cantor. O próprio Prince falou à época sobre a obra, que inicialmente teve como data de publicação prevista o outono de 2017. Na altura, Prince revelou que as editoras livreiras fizeram-lhe “uma oferta que não posso recusar” e adiantou que planeava que o livro fosse uma obra de memórias. “Prince levará os leitores numa viagem pouco convencional e poética pela sua vida e pelo seu trabalho criativo”, escreveu na altura a Spiegel & Grau — uma divisão da editora livreira Random House.

O agente literário Esther Newberg revelou no último ano que Prince chegou a escrever cerca de 50 páginas à mão para este livro de memórias, refere a revista musical Pitchfork. Além dos escritos de Prince — uma revisitação da passagem do cantor e músico de rapaz a artista em início de carreira e depois a estrela pop –, o livro incluirá “fotografias raras, álbuns de recortes e letras” do músico e cantor.

Do próprio Prince chega esta história brilhante de chegada à idade adulta e ao super estrelato de um dos grandes artistas de todos os tempos — incluindo fotografias nunca vistas, álbuns de recortes originais e folhas com letras, assim como a extraordinária memória que ele começou a escrever antes da sua trágica morte”, aponta ainda a editora.

Prince morreu em abril de 2016, na sequência de uma overdose acidental com o poderoso analgésico Fentanyl. Durante o seu longo percurso na música pop, gravou êxitos como “Purple Rain”, “U Got The Look”, “Kiss” e “When Doves Cry”. Em setembro do ano passado, a Warner Bros, em conjunto com a editora que o próprio Prince fundou em 1994 (a NPG Record), lançou o primeiro álbum póstumo do músico. Intitulado Piano and a Microphone 1983, continha gravações feitas por Prince ao piano, dos seus êxitos e de temas de outros músicos (como “A Case Of You”, de Joni Mitchell).

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: gcorreia@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)