O local onde se vai realizar a próxima edição do Festival da Eurovisão ainda não está fechado. Daí que a organização esteja a alertar os fãs, através da página oficial do evento, para não reservarem ainda os voos para Israel, país que venceu a última edição em Lisboa.

“Já estás à espera da próxima Eurovisão? Nós também! Mas ainda não reserves o teu voo, pois serão dadas informações oficiais sobre o local e a data”, escreveu a União Europeia de Radiotelevisão (EBU), a entidade organizadora do evento de música.

Are you already looking forward to next year’s Eurovision? Us too! But don’t go booking your flights just yet, for…

Posted by Eurovision Song Contest on Tuesday, May 22, 2018

Netta Barzilai foi a grande vencedora do concurso, que este ano se realizou em Lisboa, e desde o momento da vitória todos apontaram Jerusalém como a cidade escolhida para acolher o evento em 2019. As regras ditam que o país vencedor organiza o festival no ano seguinte, mas a polémica em relação ao local instalou-se.

Segundo o jornal israelita Haaretz, a EBU – que rejeita conotações políticas ao festival – receia que o contexto vivido em Israel possa ser prejudicial  para a realização do evento, especialmente em termos de segurança. O conflito israelo-palestiniano e a recente transferência da embaixada dos Estados Unidos para Jerusalém, que decorreu em simultâneo com os conflitos na Faixa de Gaza, dividem as opiniões sobre a organização da Eurovisão em território israelita e sobre a escolha da cidade anfitriã.

Jerusalém ou Tel Aviv? Esta é uma questão que continua sem resposta e está no centro da polémica. A maior parte da comunidade internacional reconhece Tel Aviv como a capital israelita, pela sua neutralidade nos conflitos, mas a retirada da embaixada dos Estados Unidos da cidade mostra o apoio da Casa Branca no reconhecimento de Jerusalém como a capital.

Israel já organizou o Festival da Eurovisão duas vezes (1979 e 1999), e ambas em Jerusalém, mas já na última edição tinha surgido alguma polémica em relação ao local do evento.