Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Há dois anos, a Porsche lançou o 911 R, numa edição limitada a 991 unidades, número relativo à série 991 do desportivo, mas que está longe de ser sinónimo de exclusividade, pelo que nada levaria a crer que o desportivo alemão atingisse valores a roçar o absurdo. Mas aconteceu. Ainda há um ano, havia quem não se importasse de desembolsar um milhão de euros para ter este Porsche que, originalmente, foi comercializado por um valor pouco acima dos 200 mil euros. Contudo, parece que essa febre acabou e o 911 R começa finalmente a deixar de estar associado a quantias estratosféricas.

A prova disso vem de quem melhor estima o valor de mercado de um determinado produto. No caso, a insuspeita RM Sotheby’s, que vai levar à praça um 911 R já no próximo dia 24 de Agosto, em Monterey, EUA. Na melhor das estimativas da reputada leiloeira, o exemplar com o número 748 (de 991) pode render 375 mil dólares, ou seja, qualquer coisa como 329 mil euros. E, na pior das hipóteses, 285 mil euros (325 mil dólares). Ou seja, cifras muito abaixo do milhão de euros, claramente demonstrando que rebentou a bolha à volta do 911 R.

Parte da popularidade inicial do 911 R deveu-se ao facto de o desportivo alemão ser essencialmente um 911 GT3 RS, espartano e com o mesmo motor atmosférico 4.0 Boxer, de seis cilindros opostos, numa versão ligeiramente menos puxada em relação ao GT3 RS, com a potência a descer de 521 para 500 cv. Isto não impede o motor de manter a atitude, a sonoridade ímpar e a capacidade de “gritar” até às 8.600 rpm. Contudo, o seu grande trunfo foi estar disponível com caixa manual, ao contrário do GT3 RS que apenas disponibilizava a automática de dupla embraiagem, bem menos popular junto dos consumidores deste tipo de veículos.

O exemplar que será leiloado dentro de dias está praticamente novo, marcando apenas 32 km percorridos. É uma das 296 unidades que foram reservadas aos Estados Unidos da América, onde se encontra desde que saiu de fábrica.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR