O Festival da Canção vive-se assim: ouvir as canções, ver as atuações e despejar online o que vai na alma do fã deste certame de cantigas. É um cozido à portuguesa com todos, e os resultados podem ser curioso. Por exemplo, houve quem usasse o Twitter para desabafar, para explicar a toda a gente que o mundo é um lugar difícil, complicado, e que por vezes não há solução:

Outros tentaram ter piada, com trocadilhos mais ou menos tecnológicos, ainda que poucas vezes resultem. Mas não faz mal:

Há sempre espaço para a política. E ficamos todos a pensar se o professor Aníbal vê o Festival da Canção:

https://twitter.com/cabinense/status/1096897010542800897

Sobre Júlio Isidro, o senhor televisão, o senhor rádio, o senhor júri, Júri Isidro, o maior:

Sobre a roupa escolhida por Filipe Keil:

Sónia Araújo e Tânia Ribas de Oliveira foram as apresentadoras desta primeira semifinal, mas há muita gente com saudades de Filomena Cautela:

Mas também há fãs de Sónia Araújo:

Entre as apreciações às canções, algumas foram rápidas e eficazes:

Outras foram mais intensas:

No geral, houve muitos nervos:

Nervos que também passaram pela prestação das apresentadoras, sobretudo quando Sónia e Tânia tentaram cantar aquele verso do “Não São o Único”:

Quanto às votações, Conan Osíris foi o protagonistas na luta de opiniões. Uns não aceitam que não tenha sido ela o mais votado pelo júri, depois de ter conquista o primeiro lugar nas escolhas do público:

Há quem faça comparações desafiantes:

E outros que não jogam #teamConan:

https://twitter.com/13catia13/status/1096914914315325440

Ainda assim, há sempre quem fica um pouco afastado da realidade: