Rádio Observador

Râguebi

Portugal ganha na Alemanha no playoff final e volta a subir ao Championship

467

À terceira foi de vez e, depois das derrotas com Bélgica e Roménia, Portugal venceu Alemanha em Frankfurt (37-32) e garantiu subida ao Championship, primeira divisão europeia extra Seis Nações.

Portugal saiu a ganhar por 20-6 ao intervalo, alcançou uma vantagem de 19 pontos mas permitiu reação germânica em Frankfurt

D.R. Twitter

Não se tratou propriamente de uma “vingança” mas no final acabou por funcionar como tal: depois da derrota no ano passado em Heidelberg, que tirou a possibilidade de continuar a discutir a participação no Campeonato do Mundo de 2019, Portugal derrotou a Alemanha em Frankfurt e assegurou a subida ao Championship, primeira divisão sénior das competições europeias apenas atrás do Torneio das Seis Nações discutido por Inglaterra, Irlanda, Gales, Escócia, França e Itália.

Depois de um percurso 100% vitorioso no Rugby Europe Trophy, com cinco triunfos diante de Polónia (65-5, casa), Holanda (18-5, fora), Suíça (48-14, fora), Rep. Checa (93-0, casa) e Lituânia (48-7, fora), Portugal voltou a disputar o playoff final de subida de escalão, depois das derrotas anteriores com Bélgica (29-18, 2017) e Roménia (36-6, 2018). À terceira foi mesmo de vez e os Lobos conseguiram a tão desejada promoção com um triunfo por 37-32.

Ao intervalo, a Seleção Nacional vencia já por 20-6, com os germânicos a saírem na frente com uma penalidade, Jorge Abecasis empatou da mesma forma antes dos ensaios de António Cortes e Rodrigo Marta com transformação desequilibrarem as contas no final dos 40 minutos iniciais. No segundo tempo, com ensaios de Rodrigo Marta e Rodrigo Freudenthal, Portugal chegou a ter uma vantagem de 19 pontos (37-18) antes da reação germânica que colocou as contas no 37-32 final.

Portugal, atual 22.º do ranking mundial (seis posições acima do adversário deste sábado), começou o encontro com João Vasco Corte-Real, Nuno Mascarenhas, Anthony Alves, José D’Alte, José Rebelo de Andrade, David Wallis, Salvador Vassalo, Jacques Le Roux, João Belo, Jorge Abecasis, António Cortes, Tomás Appleton, Rodrigo Freudenthal, Rodrigo Marta e Manuel Marta, ficando no banco, junto do selecionador Martim Aguiar, Francisco Bruno, Duarte Diniz, Salvador Cunha, Sebastião Villax, Gonçalo Prazeres, António Vidinha, Manuel Cardoso Pinto e Bruno Rocha.

O encontro realizou-se no dia seguinte às notícias que davam conta das negociações muito avançadas entre a Federação Portuguesa de Râguebi e o treinador (e antigo internacional) francês Patrice Lagisquet, técnico que passou largos anos no Biarritz Olympique, que foi adjunto de Philippe Sinat-André na seleção gaulesa entre 2012 e 2015 e que pode ser apresentado nos próximos dias como novo selecionador nacional, no lugar de Martim Aguiar.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)