As vendas de veículos novos durante o mês de Agosto não revelaram a vivacidade de outros tempos e a procura por modelos eléctricos e híbridos plug-in (PHEV) não evitou alguma desaceleração. Enquanto o mercado global caiu 9%, face ao mesmo período de 2018, os automóveis 100% eléctricos subiram menos do que o habitual, mas ainda assim viram o volume de unidades transaccionadas em 8%.

Entre os modelos com bateria recarregável, existiu igualmente um forte desequilíbrio, confirmando a tendência dos últimos meses. Enquanto as vendas dos PHEV baixaram 39%, representando apenas 24% do total de veículos comercializados capazes de serem ligados à corrente, os modelos 100% eléctricos cresceram 8%, atingindo 76% deste segmento do mercado.

3 fotos

Considerando apenas as unidades que mudaram de mãos em Agosto, o modelo mais popular foi o Model 3 da Tesla, com 21.336 veículos transaccionados, seguido do Saic Baojun E-Series (8.698), Baic EU-Series (7.580), Nissan Leaf (5.475), BYD Yuan/S2 (5.468), Hyundai Kauai EV (3.426), Tesla Model X (3.327), BMW i3 (3.254), VW e-Golf (2.959) e Renault Zoe (2.914). Entre os PHEV o líder foi o Toyota Prius PHEV, com 4.106 unidades, à frente do BMW 530e (4.095) e do Mitsubishi Outlander PHEV (3.634).

No acumulado dos primeiros oito meses do ano, o veículo eléctrico que mais carros colocou no mercado continuou a ser o Tesla Model 3, claramente à frente dos concorrentes com 168.770 unidades, seguido dos Baic (65.593), BYD (57.413), Nissan (46.864), Saic (31.900) e Renault (31.529). O ranking dos PHEV em acumulado de Janeiro a Agosto colocou o Mitsubishi na liderança, com 34.283 veículos, à frente do BMW (30.692) e Toyota (25.070).