O queijo de ovelha amanteigado da Queijaria do Monte da Vinha, de 70 gramas, ganhou uma das quase 300 medalhas de ouro nos World Cheese Awards, um evento mundial que aconteceu este fim de semana em Bérgamo, Itália. A 32.ª edição contou com 3,809 queijos oriundos de 42 países e de seis continentes — da lista de premiados, incluindo medalhas de bronze, prata, ouro e super ouro, este é o único português, tendo recebido, por isso, o título de “melhor queijo português” da competição (não é certo quantos queijos nacionais estiveram em prova).

Trouxemos O GOLD DO WORLD CHEESE AWARDS em Bergamo ???? Na nossa primeira participação, entre 3804 queijos provenientes…

Posted by Queijaria Monte da Vinha on Tuesday, October 22, 2019

O queijo luso foi escolhido em prova cega por um júri composto por cerca de 300 membros, que durante dois dias avaliou 84 mesas. Os provadores trabalharam em equipas de três para identificar os queijos dignos das medalhas de ouro, prata ou bronze. Cada uma das equipas nomeou, depois, um queijo excecional como sendo o “super ouro” de cada uma das mesas — estes foram avaliados uma segunda vez por 16 especialistas reconhecidos internacionalmente, que escolheram um queijo para campeão na rodada final. O júri teve em conta a aparência, a textura, o aroma e, naturalmente, o sabor dos quase 4 mil queijos a concurso — um novo recorde, já que em 2018 foram provados 3,472 queijos de 41 países diferentes.

O grande vencedor do concurso foi o azul americano Rogue River Blue, um queijo orgânico feito com leite de vaca pela queijaria Rogue Creamery, em Oregón — foi o primeiro campeão norte-americano da história deste campeonato. Em segundo e terceiro lugar ficaram, respetivamente, o italiano Nazionale del Parmigiano Reggiano e o o espanhol Torta del Casar D.O.P. Virgen Del Prado.

Joana Garcia, fundadora da queijaria. © Facebook Queijaria Monte da Vinha

O queijo da Queijaria do Monte da Vinha — 100% artesanal, feito apenas com leite cru de ovelha, sal e cardo — não figurou entre os melhores dos melhores, mas não deixa de levar uma medalha de ouro para casa para surpresa de Joana Garcia, ex-advogada e fundadora do projeto situado no Vimieiro que, criado em 2004, conta com uma equipa 100% feminina. Os produtos desta queijaria alentejana podem ser encontrados na Classe executiva da TAP e em restaurantes como Tasca da Esquina e Tapisco, dos chefs Vítor Sobral e Henrique Sá Pessoa, respetivamente.

O World Cheese Awards reúne produtores, fornecedores, consumidores e críticos gastronómicos desde 1988, ano em que aconteceu a primeira edição, na altura na London Food Exhibition, que mais tarde ganhou o nome de International Food Exhibition (IFE).