Uma pessoa morreu e outra ficou gravemente ferida neste domingo depois de um homem abrir fogo sobre os fiéis que participavam numa missa numa igreja em White Settlement, no Texas, Estados Unidos.

De acordo com a CNN, que cita o responsável da polícia local, o atirador entrou na igreja e abriu fogo durante uma missa, mas acabou por ser abatido por dois fiéis que estavam armados.

O atirador e uma das vítimas morreram em ambulâncias a caminho do hospital. A outra vítima chegou a ficar sem sinais vitais, mas foi reanimada pelos paramédicos e encontra-se em estado crítico.

A polícia de White Settlement foi chamada à igreja pouco antes das 10h locais (16h em Lisboa).

Num comunicado divulgado através do Twitter, o governador do Texas, Greg Abbott, classificou o tiroteio como “um perverso ato de violência”.

“Os lugares de adoração devem ser sagrados e estou grato pelos membros da igreja que agiram rapidamente para abater o atirador e ajudaram a evitar a perda de outras vidas”, escreveu Greg Abbott.

Há dois anos, em novembro de 2017, 26 pessoas morreram num tiroteio semelhante, numa igreja na cidade de Sutherland Springs, também no estado norte-americano do Texas.