A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 42 anos, suspeito da autoria de crimes de sequestro e roubo ocorridos em 2018, com início em Lisboa e término em Almeida, no distrito da Guarda, foi esta sexta-feira anunciado.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado esta sexta-feira divulgado que o cidadão estrangeiro foi detido pelas autoridades policiais espanholas, e logo de seguida entregue à PJ, no âmbito do cumprimento de um mandado de detenção europeu, pela prática dos crimes de sequestro e roubo, cometidos em maio de 2018.

Segundo a nota, “os factos investigados tiveram início na cidade de Lisboa, com a realização de um carjaking, e términos na localidade de Almeida, no distrito da Guarda, onde a vítima, uma automobilista de nacionalidade portuguesa, então com a idade de 69 anos, acabou por ser deixada na berma da estrada, seguindo o autor para território espanhol”.

O detido possui “vastos antecedentes criminais pela prática de factos da mesma natureza, inclusive com cumprimento de pena efetiva de prisão, nomeadamente em Espanha”, indica a PJ da Guarda.

O homem foi presente de imediato às competentes autoridades judiciárias, para efeitos de primeiro interrogatório judicial, e ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.