Os lucros do Crédito Agrícola caíram 22,3%, para 33,8 milhões de euros no primeiro trimestre de 2020 relativamente ao trimestre homólogo de 2019, em que lucrou 43,5 milhões de euros, foi esta quarta-feira divulgado.

“O Grupo Crédito Agrícola apresentou um resultado líquido consolidado de 33,8 milhões de euros no exercício do primeiro trimestre do ano, valor que representa menos 22,3% face ao mesmo período em 2019, e para o qual o negócio bancário contribuiu com 29,3 milhões de euros, ou seja -20,0% face ao período homólogo”, pode ler-se num comunicado enviado às redações.

O comunicado do grupo liderado por Licínio Pina assinala que “no negócio bancário, a carteira de crédito bruto a clientes do Grupo Crédito Agrícola ascendia a 10,6 mil milhões de euros, um aumento de 6% nos últimos 12 meses”.