(notícia atualizada às 23h40)

Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé, voltou aos cuidados intensivos. De acordo com a publicação brasileira O Povo, que cita a TV Record, o quadro de saúde do jogador de 80 anos piorou nas últimas horas. A Folha de São Paulo acrescenta que foi o excesso de sonolência e o inchaço abdominal causado por refluxo que fizeram com que o jogador voltasse a ser admitido em UCI na noite de quinta-feira, 16 de setembro. A mesma publicação salienta que o quadro de Pelé não é considerado grave.

Entretanto, a filha do jogador veio dizer que o pai está a “recuperar bem e dentro do quadro normal”. Kely Nascimento partilhou uma fotografia “tirada agora mesmo” com Pelé na conta de Instagram. Na legenda escreve que “no quadro normal de um senhor da idade dele, depois de uma operação dessas, as vezes são dois passos para frente e um para trás. É muito normal. Ontem ele estava cansado e deu um passinho para trás. Hoje ele deu dois para a frente”.

O jogador está internado desde o dia 31 de agosto no hospital Albert Einstein de São Paulo — na sequência de exames de rotina, foi descoberta a existência de um tumor no cólon.

Esta terça-feira era notícia que Péle havia deixado a UCI, onde se encontrava a recuperar da cirurgia de remoção de um tumor no cólon. À data, o relatório médico assinalava a “boa evolução clínica” após a operação.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Péle chegou a agradecer o apoio aos fãs no Instagram: “Não pensem, por um minuto sequer, que eu não li as milhares de mensagens de carinho que recebi por aqui. Muito obrigado a cada um de vocês por dedicarem um minuto do seu dia para me enviar boas energias”. Aquando da publicação do post, há três dias, o jogador disse estar cada vez mais alegre e “com muita disposição para jogar 90 minutos” e tempo extra.