332kWh poupados com o
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo MEO

Veja as melhores ofertas de telecomunicações aqui.

Número de internamentos sobe pela primeira vez em sete dias

O número de casos ativos também aumentou pela primeira vez num espaço de uma semana. Ainda assim, mantém-se inalterado em 83 o número de doentes em cuidados intensivos.

Neste momento há 31.535 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2 em Portugal: são mais 54 face ao dia anterior
i

Neste momento há 31.535 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2 em Portugal: são mais 54 face ao dia anterior

REUTERS/PEDRO NUNES

Neste momento há 31.535 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2 em Portugal: são mais 54 face ao dia anterior

REUTERS/PEDRO NUNES

Obrigado por ser nosso assinante. Não se esqueça de subscrever a nossa Newsletter exclusiva dos bastidores.

O número de internamentos em Portugal derivados da Covid-19 estava a descer consecutivamente há uma semana, até este domingo. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde, aumentou em sete o número de pessoas internadas nos hospitais portugueses: eram, à meia-noite deste domingo, 415 doentes.

Feitas as contas, é a primeira vez em sete dias que sobe o número de internados. De referir, no entanto, que este valor está na casa dos 400 desde o dia 16 de setembro: à data contavam-se 497 internamentos. Por outro lado, manteve-se inalterado em 83 o número de doentes em cuidados intensivos.

Nas últimas 24 horas, foram detetados mais 599 novos casos de Covid-19 em Portugal. É o nono dia seguido com menos de 1.000 casos registados no país. No sábado contabilizaram-se 713 novas infeções e cinco mortes. Há precisamente uma semana o número de casos era 677.

O boletim diário da DGS aponta, também, para duas mortes atribuídas à infeção com o novo coronavírus. No dia anterior, tinham morrido cinco pessoas – todas com 80 anos ou mais.

Os dois óbitos foram de pessoas com mais de 70 anos, incluindo uma morte de um homem com 80 ou mais anos. Um dos óbitos deu-se na zona de Lisboa e Vale do Tejo e o outro no Centro do país.

Neste momento há 31.535 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2 em Portugal: são mais 54 face ao dia anterior. Este valor sobe, assim, pela primeira vez desde o dia 19 de setembro — na última semana assistiu-se a uma tendência decrescente face aos casos ativos, só agora quebrada.

Nas últimas 24 horas foram 543 as pessoas que recuperaram da doença. No total, recuperados ascendem a 1.017.456 — num universo de 1.066.945 infeções.

Das 599 novas infeções registadas nas últimas 24 horas, 219 correspondem a Lisboa e Vale do Tejo, o que diz respeito a 36,5%. Segue-se a região Norte com 208 novos casos (34,7%).

O Centro do país é a terceira região com mais novas infeções, ao acumular 79 casos. Já o Algarve contabiliza 61. No Alentejo registam-se apenas cinco novas infeções. Já nas ilhas, a Madeira tem 18 casos e os Açores outros nove.

A página está a demorar muito tempo.