Há imagens que se tornaram icónicas pelas mais diferentes razões. Pelo momento histórico em que foram criadas ou expostas, outras precisamente por aquilo que mostram, tornando-se inesquecíveis. Cinco mulheres nuas, em fotografias de grande escala – a chamada série Big Nudes, de Helmut Newton – fazem parte deste grupo restrito de imagens que pairam num imaginário coletivo. Mas no caso deste fotógrafo germano-australiano, estas são apenas algumas das fotografias que fizeram dele um nome incontornável nas últimas décadas.

Inevitavelmente, voltamos a este universo de imagens, polémicas e provocadoras, com a sensação premente de que são produto de uma época, mas também de uma rutura com diversos tabus. E é também com esse olhar que entramos em Helmut Newton – Fact & Fiction, a grande exposição retrospetiva da Fundação Marta Ortega Pérez (Fundación MOP), patente na Corunha, em Espanha, dedicada à vida e obra do lendário artista, que pode ser visitada até maio do próximo ano.

Não há espaço nem luz para preconceitos ou estereótipos. É no escuro e por entres sombras que se desvenda um universo fotográfico sem precedentes, onde a moda e a arte se cruzam num corpo comum e inquebrável. Além da série Big Nudes, estão expostas mais de uma centena de fotografias que revelam diferentes períodos (e ideias) da carreira de Helmut Newton – dos anos 60 até ao princípio do novo milénio. Em cruzamento com as famosas mulheres nuas, inspiradas nos retratos dos polícias que conseguirem deter o grupo Grupo Baader-Meinhof, um conjunto de quatro mulheres em pose de desfile surgem à esquerda vestidas e à direita nuas, na mesma posição. Sie Kommen (Dressed) e Sie Kommen (Naked) – numa tradução livre, ‘elas estão a chegar’, ‘vestidas’ ou ‘nuas’ – são duas impressionantes fotografias em diálogo entre si e mais uma achega dessa obra que deixou um legado controverso. Mas há mais.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.