830kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

GettyImages-2107850930
i

Rep. Checa pretende apurar-se pela segunda edição seguida para fase a eliminar de um Europeu

AFP via Getty Images

Rep. Checa pretende apurar-se pela segunda edição seguida para fase a eliminar de um Europeu

AFP via Getty Images

República Checa (Grupo F). Checos chegam ao Europeu de cara lavada mas com o mesmo futebol Schick

Jaroslav Silhavy apurou a seleção checa para o Europeu e saiu logo a seguir. Ivan Hasek chegou, manteve a base dos checos e tem somado bons resultados. Rep. Checa quer lutar com Portugal pelo grupo.

A Rep. Checa é mais uma das seleções com história em Campeonatos da Europa. Tanto que, ainda como Checoslováquia, sagrou-se campeão europeia em 1976. Inicialmente, a independência trouxe a manutenção das excelente prestações do futebol checo, que paulatinamente foi sendo ultrapassado. No primeiro torneio, em 1996, chegou à final e perdeu no golo de ouro frente à Alemanha (2-1). Em 2004 chegou às meias-finais, mas nunca mais atingiu esse patamar.

Desde então a Rep. Checa chegou por duas vezes aos quartos de final e foi eliminada em duas ocasiões na fase de grupos. No último torneio, passaram no terceiro lugar do grupo D, mas causaram muitas dificuldades a Inglaterra (derrota por 1-0) e Croácia (1-1). Seguiu-se a surpreendente eliminação dos Países Baixos (2-0) que sucumbiram perante os checos. Nos quartos de final, a Dinamarca levou a melhor (2-1).

Depois de ter falhado o apuramento para o Mundial do Qatar, ter descido de divisão na Liga das Nações e conseguido o apuramento para a Alemanha, a Federação checa procedeu a alterações e nomeou Ivan Hasek como o novo selecionador. Para já, os sinais são positivos, mas a verdade é que os checos ainda não defrontaram equipas de maior valia. Na retina fica o futebol direto, mas que privilegia a posse de bola, de uma equipa que tem em Tomás Soucek e Patrik Schick as suas principais figuras.

GettyImages-1325893179

Patrik Schick foi o melhor marcador do Europeu de 2020, a par de Cristiano Ronaldo

Getty Images

BI

  • Ranking FIFA atual: 36.º
  • Melhor ranking FIFA: 2.º (setembro de 1999, janeiro a maio de 2000, abril a maio de 2005 e janeiro a maio de 2006)
  • Alcunha: Národní Tým (Seleção Nacional)
  • Presenças em fases finais: 8
  • Última participação. Quartos de final no Europeu em vários países, em 2020
  • Melhor resultado. Finalista vencido no Europeu de Inglaterra, em 1996 (Alemanha, 1-2 a.p.)
  • Qualificação. Apuramento direto como segundo classificado do grupo E com Albânia, Polónia, Moldávia e Ilhas Faroé
  • O que seria um bom resultado? Chegar à fase a eliminar pela segunda edição seguida

Jogos em 2024

  • Jogo particular, 22/3: Noruega (fora), 1-2 (V)
  • Jogo particular, 26/3: Arménia (casa), 2-1 (V)
  • Jogo particular, 7/6: Malta (casa), 7-1 (V)
  • Jogo particular, 10/6: Macedónia (casa), 2-1 (V)

O onze

  • 3x4x1x2: Jindrich Stanek; Tomás Vlcek, Tomás Holes, David Zima; Vladimír Coufal, Tomás Soucek, Michal Sadílek, David Jurásek; Pavel Sulc; Adam Hlozek e Patrik Schick

O treinador

  • Ivan Hasek (checo, 60 anos, desde 2024)
  • Outros clubes: Sparta Praga, Estrasburgo, Vissel Kobe, Saint-Étienne, Al Ahli, Qatar SC, Al-Fujairah, Emirates Club e Líbano

O craque

  • Patrik Schick (28 anos, avançado do Bayer Leverkusen)
  • Outros clubes: Sparta Praga, Bohemians, Sampdoria, Roma e RB Leipzig
GettyImages-1794100478

Tomáš Soucek é o capitão e a principal figura da Rep. Checa nos últimos anos

SOPA Images/LightRocket via Gett

A revelação

  • Adam Hlozek (21 anos, avançado do Bayer Leverkusen)
  • Outros clubes: Sparta Praga

O mais internacional e o maior goleador

  • Tomás Soucek (68 internacionalizações) e Patrik Schick (18 golos)

Os 26 convocados

  • Guarda-redes (3): Jindrich Stanek (Slavia Praga), Matej Kovár (Bayer Leverkusen) e Vítezslav Jaros (Sturm Graz/Liverpool)
  • Defesas (9): Vladimír Coufal (West Ham), Tomás Holes (Slavia Praga), Robin Hranác (Viktoria Plzen), Ladislav Krejcí (Sparta Praga), Martin Vitík (Sparta Praga), David Zima (Slavia Praga), David Jurásek (Hoffenheim/Benfica), David Doudera (Slavia Praga) e Tomás Vlcek (Slavia Praga)
  • Médios (9): Tomás Soucek (West Ham), Antonín Barák (Fiorentina), Michal Sadílek (Twente), Lukás Provod (Slavia Praga), Pavel Sulc (Viktoria Plzen), Ondrej Lingr (Feyenoord), Václav Cerny (Wolfsburgo), Matej Jurásek (Slavia Praga) e Lukás Cerv (Viktoria Plzen)
  • Avançados (5): Patrik Schick (Bayer Leverkusen), Tomás Chory (Viktoria Plzen), Jan Kuchta (Sparta Praga), Adam Hlozek (Bayer Leverkusen), Mojmír Chytil (Slavia Praga).

O centro de estágio

  • Edmund-Plambeck-Stadion, em Hamburgo

A antevisão

"Já temos em mente qual será a versão final da equipa. Durante os treinos, estou especialmente feliz por todos os jogadores estarem dispostos a assumir uma posição diferente do que assumem, por exemplo, nos clubes. Eles estão todos prontos para ajudar a equipa onde for necessário"
Ivan Hasek, selecionador da Rep. Checa

A ligação a Portugal

14 milhões de euros ligam Portugal à Rep. Checa. Foi esse o montante que o Benfica pagou ao Slavia Praga, há cerca de um ano, para adquirir o passe de David Jurásek. Porém, dentro de campo, o lateral esquerdo nunca conseguiu demonstrar o seu valor e acabou por ser emprestado a meio da época. O montante pago pelas águias pareceu excessivo, levando inclusivamente o presidente Rui Costa a assumir o erro de casting.

Não veio o A, não chegou o B, assinou o C (que nunca deixou de ser “o” A): Jurásek oficializado como sucessor de Grimaldo no Benfica

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Apoie o jornalismo independente desde 0,18€/ dia
Ver planos
Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Desde 0,18€/dia
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Desde 0,18€/dia
Em tempos de incerteza e mudanças rápidas, é essencial estar bem informado. Não deixe que as notícias passem ao seu lado – assine agora e tenha acesso ilimitado às histórias que moldam o nosso País.
Ver ofertas