Olá

832kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

GettyImages-2115101225
i

Na Alemanha, a Geórgia vai estrear-se em fases finais de grandes competições

UEFA via Getty Images

Na Alemanha, a Geórgia vai estrear-se em fases finais de grandes competições

UEFA via Getty Images

Geórgia (Grupo F). A história já está feita, mas ao som de Kvaradona tudo é possível

Apuramento inédito foi consumado em março. Os jogadores tornaram-se heróis do povo georgiano, mas prometem não chegar à Alemanha deslumbrados. Kvaratskhelia é a principal figura desta seleção.

Chegou o grande momento da história da Federação Georgiana de Futebol. Pela primeira vez, a seleção apurou-se para a fase final de uma grande competição. Foi no playoff de março e a jogar em casa que, diante da experiente Grécia, a Geórgia venceu nas grandes penalidades e carimbou o passaporte para a Alemanha. O que se seguiu foi uma enorme festa no país, que se prolongou pelos três meses seguintes. Mas agora é tempo de voltar à terra e mostrar toda a sua valia junto das melhores seleções da Europa.

Ainda que o feito remonte a março, o trabalho começou a ser desenvolvido há vários anos e teve um dos pontos altos no último verão. Há cerca de um ano, a Geórgia recebeu o Campeonato da Europa de Sub-21 e precisou apenas de um jogo para mostrar toda a sua valia: vitória frente a Portugal (2-0), que acabou por decidir o primeiro lugar do grupo. Nos quartos, caíram diante de Israel, mas o aviso estava dado.

Alguns jogadores dessa competição estarão presentes na Alemanha, como é o caso de Giorgi Mamardashvili, jovem guarda-redes do Valencia que tem sido um dos destaques de LaLiga. Incontornavelmente, Khvicha Kvaratskhelia é o grande nome desta equipa, não só pelo nome que carrega nas costas, mas também pelo impacto que tem no coletivo. Willy Sagnol joga com uma formação de cinco defesas para colmatar as fragilidades defensivas e tirar o máximo rendimento do avançado do Nápoles.

GettyImages-2107864882

Em março, a Geórgia apurou-se pela primeira vez para uma fase final e os jogadores foram aclamados como heróis

Anadolu via Getty Images

BI

  • Ranking FIFA atual: 75.º
  • Melhor ranking FIFA: 42.º (setembro de 1998)
  • Alcunha: ჯვაროსნები (Cruzados)
  • Presenças em fases finais. Nunca participou
  • Última participação: Faz a estreia na fase final da competição
  • Melhor resultado: Faz a estreia na fase final da competição
  • Qualificação. Apuramento através de duas eliminatórias de playoff com Luxemburgo (2-0) e Grécia (0-0, 4-2 g.p.)
  • O que seria um bom resultado? Não ficar no último lugar do grupo e lutar pela presença nos oitavos

Jogos em 2024

  • Playoff de qualificação, 21/3: Luxemburgo (casa), 2-0 (V)
  • Playoff de qualificação, 26/3: Grécia (casa), 0-0, 4-3 g.p. (V)
  • Jogo particular, 9/6: Montenegro (fora), 1-3 (V)

O onze

  • 3x5x2: Giorgi Mamardashvili; Solomon Kvirkvelia, Guram Kashia, Lasha Dvali; Otar Kakabadze, Giorgi Kochorashvili, Otar Kiteishvili, Giorgi Chakvetadze, Levan Shengelia; Budu Zivzivadze e Khvicha Kvaratskhelia

O treinador

  • Willy Sagnol (francês, 47 anos, desde 2021)
  • Outros clubes: Sub-20 de França, Sub-21 de França e Bordéus

O craque

  • Khvicha Kvaratskhelia (23 anos, avançado do Nápoles)
  • Outros clubes: Dinamo Tbilisi, FC Metalurgi Rustavi, Lokomotiv, Rubin Kazan e Dinamo Batumi
GettyImages-2107851346

Khvicha Kvaratskhelia é a grande figura da seleção georgiana

AFP via Getty Images

A revelação

  • Giorgi Mamardashvili (23 anos, guarda-redes do Valencia)
  • Outros clubes: Dinamo Tbilisi, FC Metalurgi Rustavi e Lokomotiv Tbilisi

O mais internacional e o maior goleador

  • Guram Kashia (112 internacionalizações) e Khvicha Kvaratskhelia (15 golos)

Os 26 convocados

  • Guarda-redes (3): Giorgi Mamardashvili (Valencia), Giorgi Loria (Dinamo Tbilisi) e Luka Gugeshashvili (Qarabag)
  • Defesas (8): Otar Kakabadze (Cracovia), Lasha Dvali (APOEL), Guram Kashia (Slovan Bratislava), Solomon Kvirkvelia (Al-Okhdood), Giorgi Gocholeishvili (Shakhtar Donetsk), Luka Lochoshvili (Cremonese), Giorgi Gvelesiani (Persepolis) e Jemal Tabidze (Panetolikos)
  • Médios (11): Giorgi Kochorashvili (Levante), Zuriko Davitashvili (Bordéus), Giorgi Chakvetadze (Watford), Nika Kvekveskiri (Lech Poznan), Otar Kiteishvili (Sturm Graz), Saba Lobzhanidze (Atlanta United), Levan Shengelia (Panetolikos), Gabriel Sigua (Basileia), Giorgi Tsitaishvili (Dinamo Batumi), Sandro Altunashvili (Wolfsberger) e Anzor Mekvabishvili (Universitatea Craiova)
  • Avançados (4): Khvicha Kvaratskhelia (Nápoles), Budu Zivzivadze (Karlsruher), Giorgi Kvilitaia (APOEL) e Georges Mikautadze (Metz)

O centro de estágio

  • Stadion Velbert, em Velbert

A antevisão

"Há alguns meses falávamos em ir ao Campeonato da Europa como um sonho. Agora estamos no Campeonato da Europa e é uma grande honra para mim. Não quero estabelecer metas específicas para os jogadores neste torneio. No entanto, como sempre, devem concentrar-se no seu próprio trabalho. Apesar de sermos estreantes, acredito que poderemos surpreender outros países"
Willy Sagnol, selecionador da Geórgia

A ligação a Portugal

Apesar de não haver um elo de ligação direto entre a Geórgia e Portugal, o passado de Willy Sagnol, selecionador georgiano, cruza-se com a história do futebol português. A 5 de julho de 2006, Portugal disputou em Munique as meias-finais do Campeonato do Mundo, frente a França. Sagnol, então defesa central, acabou por ser titular nessa partida de má memória para o futebol português, que terminou com a vitória gaulesa (1-0), com golo de Zidane. Agora, quase 18 anos depois, a Seleção portuguesa volta a encontrar Willy Sagnol, desta feita em Gelsenkirchen.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine um ano por 79,20€ 44€

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Assine um ano por 79,20€ 44€
Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Verão 2024.  
Assine um ano por 79,20€ 44€
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Este verão, mergulhe no jornalismo independente com uma oferta especial Assine um ano por 79,20€ 44€
Ver ofertas Oferta limitada