289kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Luís Areias

Convidado

Artigos publicados

Presidenciais 2021

Presidenciais: o paradoxo da prosperidade

112
Não deixa de ser paradoxal que o sistema económico liberal, que mais permitiu à civilização prosperar e que, por isso, mais cidadãos tirou da pobreza seja olhado tão negativamente e tão combatido seja
Economia

O que separa Cristina Ferreira de António Costa?

Em vez de ter feito toda uma carreira de político, António Costa poderia ter fundado as tais empresas de futuro e ter ganho certamente dinheiro a rodos com essa sua capacidade distintiva.
União Europeia

O Costa que se encosta

112
Costa encosta-se no encosto das costas da Europa. Esta incomoda-se mas acaba por ceder, da mesma forma que um elefante se incomoda com as moscas mas com elas convive até decidir tomar um banho de lama
Censura

Posso odiar o ódio?

129
Isto serve para dizer que este Governo tudo quer monitorizar, mas nada monitoriza. Este Governo quer muito responsabilizar todos, mas nunca assume responsabilidade alguma.
Liberalismo

A sonsice socialista

199
Quando alguém, sobretudo com anos de experiência governativa, não sabe ou não quer ser competente, transparente e sério, quem perde é o país, quem se lixa são os portugueses.
Liberalismo

Porque (não) sou liberal?

1242
Não sou liberal por ser a via mais fácil, que não é. Não sou liberal por ser rico, que não sou. Sou liberal porque pesquisei, li, estudei, observei e conclui que o liberalismo traz melhores resultados
Crescimento Económico

Seguir os exemplos. Não é preciso inventar a roda

1078
Em 2004 o PIB per capita de Israel era de 19.877 dólares e o de Portugal de 18.046. Catorze anos depois Israel duplicou para uns incríveis 41.614 dólares, enquanto o português quedou-se pelos 23.146.
Coronavírus

Porque estamos em “prisão domiciliária”?

930
Por ano morrem, globalmente, 400 mil pessoas de malária. Quantas mais morrerão pela contração económica global de 3%? Há no mundo mais de 840 milhões de pessoas subnutridas. Quantas mais se somarão?
Coronavírus

A resposta virulenta

123
Para se avaliar o estado do nosso sistema de saúde basta ver o número de camas de cuidados intensivos por cada 100.000 habitantes: os EUA têm 35 camas, a Alemanha 29, Itália 13 e Portugal tem apenas 4
Iniciativa Liberal

A esquerda, a direita e os liberais

Sou liberal e sinto-me orgulhoso quando o deputado da IL diz que mais importante do que o mediatismo das personalidades do partido são  as ideias que se defendem. As pessoas passam mas as ideias ficam
Partido Chega

Chegou André, tornou-se desVentura

701
A entrada de Ventura na AR com um discurso “futebolês”, linguagem simplista e de soundbytes, recorrendo à política do caso, vestindo por vezes as vestes de calimero, estava destinada ao apoio popular.
Liberalismo

Quando no meio não está a Virtude

Todos estamos casados em comunhão de bens com o Estado. Este matrimónio Estatal tem uma diferença face ao matrimónio civil: só nos podemos divorciar deste cônjuge abandonando o país que amamos.
Capitalismo

Mais vale uma mão inchada, que uma enxada na mão

146
Só um sistema que premeie o esforço, reconheça o empenho, retribua o risco e valorize a inteligência e o mérito, poderá impulsionar o trabalho (em quantidade e qualidade) e fomentar o desenvolvimento.
Estónia

O “milagre” liberal

666
A liberal Estónia tem um melhor rating de dívida que Portugal, uma taxa de desemprego inferior à portuguesa, é um melhor país para se fazer negócios e está melhor posicionada no ranking de felicidade.
Salário Mínimo Nacional

Salário Mínimo Nacional, quem dá mais?

É importante referir que na Europa países como a Dinamarca, a Itália, o Chipre, a Áustria, a Finlândia e a Suécia não têm salário mínimo nacional e que mesmo a Alemanha até 2015 também não tinha.
Socialismo

O Pé Invisível do Estado

308
Nos regimes eminentemente socialistas, como Portugal, um pé invisível do Estado espezinha áreas da economia, sectores de actividade, negócios, contribuintes, doentes, em resumo, espezinha o indivíduo
Estado Social

Gratuitidade a peso d’ouro

O português tem de parar com a retórica de que o Estado dá e que isto e aquilo é gratuito. Mesmo quem recebe acaba a ser prejudicado, quer seja pela falta de emprego, quer seja pelo vencimento baixo.
Eleições

Eis o social - ismo

149
O mais grave é que, tipicamente, o Estado não só não se preocupa em economizar, pois os recursos não foram ganhos com suor mas sim tirados coercivamente aos contribuintes, como nunca maximiza o valor.
A página está a demorar muito tempo.