Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

1 Aquando da decisão instrutória da Operação Marquês ouvimos os tudólogos do costume: os megaprocessos não resultam. Como é habitual nos demagogos, além do diagnóstico manipulado, a solução era simples e passava por ‘fatiar’ o processo — separá-lo em diversas acusações para ter uma decisão célere e em tempo útil.

Como é costume, a realidade prova que as coisas não são assim tão simples.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.