805kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

O discurso de Luís Montenegro na tomada de posse como primeiro-ministro

Luís Montenegro pede à oposição que deixe a AD governar, rejeita o otimismo em relação ao excedente orçamental, e promete dialogar com todos os partidos sobre o combate à corrupção.

The new Portuguese Prime Minister Luis Montenegro, speak during the swearing in cerimony of the XXIV Constitutional Government held at Ajuda Palace, in Lisbon, Portugal, 02 April March 2024. These legislative elections resulted in the victory of AD - a pre-election coalition formed by PSD, CDS-PP and People's Monarchist Party (PPM) - by around 54,000 votes (0.85%) more than the PS, the narrowest margin in the history of Portuguese democracy. The two coalitions led by the PSD (the AD on the mainland and in the Azores, and Madeira Primeiro with the PSD and CDS-PP in Madeira) - won 28.83% of the votes and 80 members of parliament (78 for the PSD and two from the CDS-PP), according to the official results. The PS was the second-most-voted party with 27.98% and 78 MPs. JOAO RELVAS/LUSA

Oiça Emissão Especial em podcast

Capa do programa

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€

MELHOR PREÇO DO ANO