Compras

Ikea lança a primeira bicicleta. E sim, vem desmontada da loja

3.667

A primeira bicicleta da Ikea, a "Sladda", chega às lojas em agosto. Como os móveis da empresa sueca, vem dentro de uma caixa de cartão e tem de ser montada em casa.

A bicicleta estará disponível numa única cor e em dois tamanhos

A Ikea vai lançar a sua primeira bicicleta, a “Sladda” (que significa “derrapar de lado” em sueco). E sim, tem de ser montada em casa, exatamente como os móveis da famosa empresa sueca. Desenvolvida em parceria com a Veryday, um estúdio de design que tem como cliente a marca de carros desportivos Koenigsegg, e a empresa de carrinhos de bebé BabyBjörn, a bicicleta estará disponível numa única cor e em dois tamanhos.

Ao jornal britânico The Telegraph, Oskar Juhlin, diretor de design industrial da Veryday, explicou que os clientes da Ikea vão poder personalizar o veículo, adicionando alguns extras. “A ‘Sladda’ é como um tablet com aplicações. Neste sentido, pode ser personalizado com vários acessórios e adaptada para facilitar a vida ao consumidor.” Para Juhlin, a “Sladda” pode substituir o carro como meio de transporte, contribuindo “para um ambiente mais ecológico”.

De modo a evitar a ferrugem, a bicicleta vem incorporada com uma correia de transmissão, com uma garantia de até 150 mil quilómetros. A “Sladda” tem também um sistema automático de mudanças, criado pela empresa Bioshift. “Na Ikea, não estamos apenas preocupados em fazer coisas — estamos a usar o design para tornar as coisas melhores”, disse Marcus Engman, diretor de design da empresa sueca.

Trabalhamos com aquilo a que chamamos ‘design democrático’ — garantimos que os nosso produtos funcionam bem, que são bonitos e que podem ser usados no dia-a-dia de forma sustentável. Tornamos tudo isto acessível através de preços baixos. Podemos ver todas estas qualidades na ‘Sladda’.”

A bicicleta “Sladda”, e respetivo atrelado, estarão disponíveis a partir de agosto. Os dois modelos da bicicleta, de 66 e de 71 centímetros, terão o mesmo preço — 565 euros. O atrelado estará à venda por 163 euros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site