Petiscos

Barriga cheia, pé na areia? Assim seja: 15 sítios para petiscar depois da praia

3.148

Fazer praia provoca, geralmente, dois sintomas: sono e fome. E se o primeiro tem remédio fácil, o segundo merece um artigo como este: 15 sítios de norte a sul para se petiscar com o mar à vista.

Quem vai à Praia Grande, perto de Sintra, não tem de inventar mundo: no respetivo Bar do Fundo há, além desta vista, marisco fresco, petiscos diversos e pratos mais substanciais.

© facebook.com/bardofundo

separador

Bar do Fundo

Avenida Alfredo Coelho, Praia Grande, Sintra. 21 928 2092

Foi renovado há um par de anos, altura em que se transformou em algo mais do que um bar de praia. Por algo mais entenda-se um restaurante, capaz de ser acolhedor até no pico do inverno. Quer isso dizer que perdeu as suas qualidades estivais? Nada disso. O Bar do Fundo continua a ser uma boa opção para o pós-praia, quer seja para uma refeição a sério, com entrada, prato e sobremesa, quer seja para uma simples incursão pelos mexilhões, percebes e restante marisco fresco da região, bem acompanhados por cerveja, sangria ou um dos cocktails da casa.

BARDOFUNDO00

Marisco é coisa que nunca falta na montra do Bar do Fundo. Das amêijoas aos carabineiros. (foto: facebook.com/BardoFundo)

Bar do Guincho

Estrada do Abano, Praia do Guincho, Cascais. 21 487 1683.

Nos dias em que a famosa nortada não dá uns sopros da sua graça, a Praia do Guincho é das melhores da região de Lisboa para se visitar. O areal é extenso, a paisagem bonita e, entre mergulhos, podem ficar a conhecer-se as últimas tendências no que respeita ao batismo dos novos membros da aristocracia cascalense, agora que Martim, Santiago ou Matilde são escolhas comuns entre a classe média. (A esse propósito, nunca será demais recordar este fabuloso artigo de José Carlos Fernandes.) Já no que respeita ao estômago e ao paladar, pode contar-se com a estrutura de apoio, desimaginativamente chamada Bar do Guincho, que de há muitos anos a esta parte conta com uma oferta vasta de petiscos capaz de suprir necessidades diversas — vai do simples cone de batatas fritas (4€) ao prego do lombo de carne mertolenga (9,5€), sem esquecer as tostas em pão alentejano, de dimensões generosas. Quem preferir marisco, saladas ou, imagine-se, saladas com marisco, também tem por onde escolher.

BARDOGUINCHO35

Durante a época balnear, o Bar do Guincho desce mesmo até à praia, com uma extensão a que chama Bar da Praia. (foto: www.bardoguincho.com)

Cascas

Rua Frederico Arouca, Praia da Conceição, Cascais. 21 486 1114

Petiscar mais perto do mar do que no Cascas não é fácil, se bem que nos dias mais quentes a vista para o dito possa estar congestionada pelos chapéus-de-sol de quem veraneia na Praia da Conceição. Nesse caso, o melhor será prestar atenção à comida, que bem merece. A lista de petiscos é considerável, ao ponto de poder provocar graves indecisões na hora de fazer o pedido. Vai uma ajuda? As cascas de batata frita (1,20€) são essenciais para começar, nem que seja por daí advir o nome da casa. Os peixinhos da horta (3,80€) confirmam o talento da cozinha para as frituras. Para cortar o óleo, nada como uma saladinha de polvo (5,90€) — o diminutivo é responsabilidade da casa — e umas lapas à madeirense (8,90€). Se a carne fizer parte das exigências da mesa, invista-se no pica-pau (7,10€) e numa das variedades de pregos. Fome ninguém passa.

CASCAS34

Os peixinhos da horta (3,80€) são uma boa opção para começar a contenda no Cascas.
(foto: facebook.com/restaurantecascas)

Praia — Sea, Salt & Pepper

Praia de São João, Costa da Caparica. 96 136 2382

As melhores opções para petiscar depois de um dia de praia na Costa da Caparica implicam, quase sempre, pegar no carro e encarar a estrada rumo à Trafaria (Zé da Lídia), Charneca da Caparica (Nana Petiscos) ou povoações vizinhas, com todos os constragimentos (leia-se trânsito) que esse ato acarreta. Ora este artigo promete petiscos com vista marítima, logo essas hipóteses ficam descartadas à partida. Uma alternativa, para quem frequenta a praia de São João, é ficar logo ali, pelo areal, e optar pelo Praia — Sea, Salt & Pepper, espaço aberto desde o verão de 2015 e que conta com do dedo do célebre restaurauteur Olivier. A ementa é internacional q.b: do mexilhão caribenho (10€) às amêijoas à Bulhão Pato (17€), do nasi goreng, o arroz frito indonésio, (12,50€) à picanha wagyu (36€). Não é barato, é verdade, mas em plena praia será difícil encontrar melhor.

PRAIASEASALTPEPPER24

O Praia – Sea, Salt & Pepper abriu no verão passado, na Praia de São João.
(foto: © Divulgação)

Bar do Peixe

Praia do Moinho de Baixo, Aldeia do Meco, Sesimbra. 21 268 4732

Se a intenção for apreciar a refeição em contemplação silenciosa, de olhos no mar e ouvidos no bater das ondas, esqueça esta opção. Não só é um local concorrido e ruidoso por natureza como, nesta época, aposta forte nas chamadas festas sunset, ocorrências que visam, como o nome indica, celebrar o ocaso. Acontece que, por ocaso — perdão, acaso –, as supracitadas festas não são nada parcas em decibéis. Mas se isto para si for, como diz o outro, peaners, saiba que aqui se come bem. Mesmo bem. E não, não se comem peaners, antes peixe e marisco do bom. A grande especialidade são as lapas grelhadas com molho de manteiga (15€), que pouco ficam a dever às madeirenses. As lulinhas à algarvia (14€) também se prestam bem à patuscada after sun, tal como as saladas de ovas (8€), atum (9€) ou polvo (9€).

#thebestlunch ???????????? #best #seefood #portugal #praiadomeco

A photo posted by Nat (@nattyureva) on

agenda-gastronomica-porto

Casa da Guripa

Travessa de Angeiras, 20 (Lavra), Matosinhos. 91 060 9228.

Abriu as portas no verão passado. E ainda bem que abriu. A Casa da Guripa fica a poucos passos da praia de Angeiras e da lota, o que significa peixe e marisco bem fresquinhos. Nesta casa de três andares com vista para o mar servem-se, por exemplo, gambas em tempura, polvo, camarão ao alho e ameijoas à Bulhão Pato. Aconselha-se vivamente a reserva, já que o espaço é muito concorrido.

casa da guripa petiscos

Sapateira recheada, percebes e saladinha de polvo. Estes são alguns dos inquilinos da Casa da Guripa.
(foto: © Divulgação)

Picaba Natural Café

Via Castelo do Queijo, 395, Porto (em frente à Praia Internacional). 22 938 8007

O Edifício Transparente pode não estar na sua máxima forma, mas continua a ser dono de um dos locais mais procurados no verão, pela proximidade com o Parque da Cidade e a Praia de Matosinhos. Um dos ocupantes do edifício é o Picaba, que aposta em pratos mais leves e saudáveis, como wrap de salmão fumado e queijo fresco, salada de atum braseado em sementes de sésamo e bruschettas (tomate e mozzarella, presunto e mozzarella, cogumelos e queijo de cabra).Todos os fins de semana há uma entrada nova. Para quem quer cair em tentação, há sempre sobremesas de perder a cabeça. Não literalmente.

Braised fresh tuna with sesame seeds @picaba #naturalfood #porto #portugal #edificiotransparente #picaba

A photo posted by Picaba Natural Café (@picaba) on

Uma Espécie de Tasco

Rua 2, 731, Espinho (em frente à Praia da Baía). 22 491 3229

Para apetites mais robustos temos, desde a primavera de 2015, Uma Espécie de Tasco na marginal de Espinho. Polvo, moelas, papas de sarrabulho, pimentos padrón, fritada de camarão e rojões andam por lá, entre muitos outros petiscos (alguns sob um nome mais, digamos, original). Para dividir entre amigos aconselha-se uma amostra dos queijos e enchidos tradicionais portugueses, que vem servida numa telha. Já a vista para o mar não precisa de ser dividida com ninguém.

Bar Vermelho

Rua das Dunas, Matosinhos (na Praia da Agudela). 96 759 7408

Pouca gente sabe que, na verdade, este espaço em cima da praia se chama Bar Bermelho. Mas vamos ao que realmente interessa. Na carta, que é bastante completa, encontram-se petiscos como pão de alho com queijo, focaccia de brie, cogumelos recheados, gambas, mexilhões à Bulhão Pato, brás de cogumelos e preguinhos de atum. Também há tirinhas de frango, “mas só servimos a partir das 17h00”, explica um funcionário. Porquê? “Atrasava muito o serviço”. Está explicado.

casa vasco tosta de gambas

A tosta de gambas da Casa Vasco. (foto: © Divulgação)

Casa Vasco

Rua do Padrão, 52, Porto (a 170m da Praia de Gondarém). 22 618 0602

Não fica mesmo em cima da praia (ohhh!), mas às vezes é melhor andar 170 metros no sentido oposto ao do mar e ter uma refeição que valha, realmente, a pena. Na Casa Vasco os sentidos concentram-se nas ostras, na tosta de gambas, nos rolinhos de alheira, no prego em pão da avó e nas novas invenções do chef Camilo Jaña, que vão sempre entrando no menu. Ah, também há ceviche, a receita peruano à base de peixe e lima que é ideal para os dias de calor.

agenda-gastronomica-algarve

Bar da Praia

Rua do Posto, Praia de Odeceixe, Aljezur. 282 947 228

Faz agora três anos que Pedro Elizo Curto se despediu do trabalho em Espanha e rumou à Costa Vicentina com a nobre causa de oferecer petiscos à Praia de Odeceixe. Com um pé na areia e outro no mar, fez da pequena cozinha do Bar da Praia uma paragem obrigatória para quem desce a Rua do Posto. A culpa é do guacamole com nachos (7,5€), dos mexilhões de escabeche com batatas (4,5€) e do prato de anchovas em azeite (11€), todos eles servidos das 10h às 22h até ao mês de setembro. Sempre com sotaque de nuestros hermanos, por supuesto.

bar, praia, odeceixe, petiscos, bar da praia, costa vicentina, comida,

O guacamole não passa despercebido ao paladar salgado dos visitantes da Praia de Odeceixe.
(foto: André Marques/Observador)

Chiringuito

Praia da Mareta, Sagres. 910 364 716

Primeiro estranha-se e depois entranha-se. É assim com o nome e até com a ementa deste bar situado junto à Praia da Mareta, em Sagres. O Chiringuito oferece uma vista privilegiada para o oceano de Sagres e o gerente Rui Borja insiste que a deve acompanhar com uma mão cheia de batatas bravas (3,8€), uma tábua de queijos e enchidos (16€), anchovas com pimento vermelho cozido e alho (5,2€) e uma sangria de vinho rosé (16€). Os quatro pecados gastronómicos desta casa que, em época alta, saem mais do que formigas à procura de alimentos para sobreviver ao inverno.

bar, bar da praia, chiringuito, petiscos, praia, sushi bar, comida,

O bar e restaurante Chiringuito leva o conceito de tapas muito a sério e oferece uma grande variedade de petiscos durante todo o dia. (foto: André Marques/Observador)

Restaurante da Praia

Praia da Arrifana, Aljezur. 282 998 527

Se a Praia da Arrifana não fosse conhecida como um dos melhores sítios para praticar surf seria — muito provavelmente — famosa pelos lombos de atum com crosta agridoce (13,5€) e pelas casquinhas de batata-doce frita (6€) do Restaurante da Praia que deixam qualquer percebe ou amêijoa envergonhada. “O conceito da casa passa pela partilha uma vez que fazemos quantidades pensadas já para o efeito”, conta o responsável José Rui Sampaio ao Observador. Entre os petiscos do mar e da terra, a ementa oferece ainda opções de entrada, prato, sobremesa e serviço de take away das 9h30 às 21h para os mais apressados. O espaço é bastante concorrido (pode reservar mesa), mas destaca-se pela rapidez no serviço.

roteiro algarve, restaurante, bar, restaurante da praia, arrifana, bar da praia, petiscos, algarve,

Quer goste ou não de ondas, as casquinhas de batata-doce frita são uma boa opção depois de um mergulho na Praia da Arrifana. (foto: André Marques/Observador)

marAmais

Rua L. Galvão, Praia da Ilha do Farol, Faro. 926 808 625

Se o areal extenso e a paisagem castiça e familiar da Praia da Ilha do Farol não forem razões suficientes para apanhar um barco em Faro ou Olhão com ligação direta à ilha, talvez os petiscos do marAmais façam o jeitinho. A decoração é um dos pontos fortes deste bar ao lado da praia (“mar doce lar” é uma das frases que se lê numa das mesas) mas são os nachos com molho mexicano caseiro picante q.b. (4,5€) e os mexilhões com alho, cebola, azeite, vinho branco e salsa (7,5€) que o vão fazer voltar. Acompanhe a refeição com um sumo natural, batido ou cocktail da casa.

maramais, roteiro algarve, bar, bar da praia, praia da ilha do farol, petiscos, comida, algarve,

“I love you to the beach and back” é uma das frases escritas nas mesas do marAmais com vista privilegiada para a Praia da Ilha do Farol. (foto: André Marques)

Pézinhos n’areia

Praia Verde, Castro Marim. 281 513 195

O Pézinhos n’areia começou por ser um feliz apoio de praia em 1983 mas num par de anos transformou-se num restaurante que dispensa apresentações. Depois da renovação em 2010, o espaço e a carta tornaram-se mais requintados com oferta de uma montra de marisco que vai das humildes amêijoas abertas em azeite, alhos e coentros (18€) aos extravagantes carabineiros grelhados (105€/kg). No que diz respeito aos petiscos, o ceviche de camarão (8€) para partilhar é uma boa opção para acalmar o estômago e surpreender o paladar nos dias de maior calor.

restaurante, restaurante da praia, pezinhos, pezinhos na areia, pezinhos n'areia, petiscos, praia, praia verde, comida, algarve, roteiro algarve,

Para acompanhar o ceviche de camarão peça um cesto de pão variado (1€) e um cocktail Cosmopolitan Beluga (12€). (foto: André Marques/Observador)

Textos de Tiago Pais (Lisboa), Sara Otto Coelho (Porto), Sílvia Silva (Algarve)
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site