Educação

Alunos do 1.º ciclo vão ter mais meia hora de recreio por dia

4.952

Alteração nos horários escolares vai implicar mais 30 minutos de intervalo e menos período de aulas na manhã para alunos do 1º ciclo. Medida entra em vigor em setembro.

LUÍS FORRA/LUSA

Autor
  • Vasco Rosa
Mais sobre

Os alunos do 1.º ciclo vão beneficiar de mais meia hora de intervalo entre as aulas durante o período da manhã já a partir de Setembro, avança o Jornal de Notícias. Como o intervalo da manhã vai passar a integrar o tempo letivo do professor, isso implica redesenhar os horários escolares.

Com esta alteração, os alunos no 1.º ciclo passam a dispor de menos tempo de permanência na sala de aula e a mais tempo de recreio. A medida está prevista para entrar em vigor já no próximo ano letivo.

Os professores têm de lecionar cinco horas letivas por dia e este período de trinta minutos fará parte desse horário – que contempla as aulas, o apoio ao estudo e, agora, o intervalo. Esta informação já consta na circular da Direção-Geral de Educação, que chegou às escolas no final de junho.

A reorganização dos horários do 1.º ciclo cabe agora aos agrupamentos, que terão, na prática, duas opções: podem decidir atrasar o início das aulas meia hora (9h30 ao invés de 9h00) ou terminá-las mais cedo (15h30 em vez de 16h00). Outra alternativa é alargar o horário de almoço de 1h30 para 2h00.

Os pais esperam que esta medida não afete o plano letivo ou a carga de trabalhos das crianças. Pedem que “a aprendizagem não seja prejudicada pela falta de duas horas e meia de horário letivo por semana”, como explica o presidente da Confederação Nacional de Associações de Pais, Jorge Ascenção, ao JN. O apelo é subscrito pelo pela Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação.

Esta medida agora aprovada vem em resposta aos pedidos da Fenprof e da Federação Nacional de Educação que visavam integrar o intervalo da manhã na carga horária dos professores. Já para a Associação Nacional de Dirigentes Escolares, ouvida pelo Público, esta mudança passa por reconhecer a falta de auxiliares nas escolas para vigiar os almoços e pausas do 1.º ciclo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site