Mundial 2018

Um centro de pé direito de Ruíz, o golo de um central, o desespero hondurenho: Costa Rica está no Mundial

Costa Rica precisava de um ponto para garantir a qualificação para o Mundial mas esteve a perder com as Honduras até aos 90+5', altura em que Waston não deu desconto e fez o empate... nos descontos.

Kendall Waston subiu até à área contrária e correspondeu da melhor forma a um cruzamento de Bryan Ruíz

AFP/Getty Images

Provavelmente ninguém vai admitir este cenário, mas a Costa Rica, que entrou para a penúltima ronda da fase de qualificação da América do Norte e Caraíbas para o Mundial a necessitar apenas de um ponto, apresentou-se de saltos altos sem perceber que ainda nada estava garantido. E sofreu, sofreu, ainda mais quando Eddie Hernández colocou as Honduras em vantagem a meio da segunda parte. Mas as grandes emoções ainda estavam para vir.

Ao quinto e penúltimo minuto de descontos, Bryan Ruíz, que não joga nem treino com o plantel no Sporting mas teve força para aguentar este jogo intenso até ao final, teve uma fantástica jogada pela direita e arrancou um improvável cruzamento de pé direito para a área onde estava o gigante Kendall Waston a cabecear para o empate.

Foi um autêntico delírio no Estádio Nacional da Costa Rica, em San José, que “explodiu” após o golo tardio do central que foi lá à frente fazer o que os avançados não conseguiram durante 90 minutos. E entre festa nas bancadas, treinadores a correr e suplentes a invadir o campo, ficou a revolta de Ever Alvarado, suplente hondurenho que até já tinha tirado o colete para fazer a festa e que se perdem em murros no banco após o golo consentido.

Com este resultado, e depois da qualificação do México, também a Costa Rica se juntou ao lote de conjuntos já apurados para o Mundial da Rússia. Ainda assim, nem todas as decisões estão tomadas nesta zona de apuramento e os Estados Unidos terão de pelo menos pontuar na deslocação a Trinidad e Tobago para alcançaram o apuramento direto. Já o Panamá, que tem menos dois pontos do que os americanos, recebe a Costa Rica na última ronda com a esperança de um milagre mas sabendo que depende apenas de si para se apurar para o playoff, caso defenda a vantagem nos golos que tem para as Honduras (recebem o já apurado México).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site