Brexit

Brexit: Autor do artigo 50.º diz que saída da UE é reversível a qualquer momento

O redator do artigo 50.º do Tratado de Lisboa, que prevê a saída de um Estado-membro da União Europeia, assegurou que o Governo britânico pode travar o processo a qualquer momento até à data de saída.

WILL OLIVER/EPA

O redator do artigo 50.º do Tratado de Lisboa, que prevê a saída de um Estado-membro da União Europeia, assegurou esta sexta-feira que o Governo britânico pode travar o processo a qualquer momento até à data da saída.

“Enquanto as conversações para o divórcio se realizam, as partes continuam casadas. Podemos mudar de ideia em qualquer altura”, disse John Kerr, antigo representante diplomático do Reino Unido na UE.

“Não somos obrigados a sair só porque a senhora [primeira-ministra, Theresa] May enviou uma carta” acionando o artigo 50.º, disse, numa conferência organizada pelo movimento pró-europeu Open Britain.

Segundo Kerr, o Governo britânico induziu os eleitores em erro, levando-os a crer que o processo é imparável.

Theresa May afirmou então que não vai tolerar tentativas “para bloquear a vontade democrática do povo britânico e atrasar ou suspender a saída da União Europeia” e adiantou que esta se concretizará às 23:00 de 29 de março de 2019.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site