Arrendar casas na capital está mais barato em 11,4%, segundo um relatório do SIR-Arrendamento, um sistema de informação residencial sob a tutela da Confidencial Imobiliário, que diz respeito ao período entre 2010 e 2013.

A renda média fixou-se nos 7,9 €/m2 no ano passado. A Baixa, o Parque das Nações e o Chiado registaram os valores mais altos: entre 9,5 €/m2 e 10,6 €/m2. No terceiro trimestre de 2011, por exemplo, os valores das rendas na Baixa e na zona histórica da cidade eram superiores, fixando-se entre os 11,6 €/m2 e os 13,2 €/m2. Em termos globais, o concelho de Lisboa e a Área Metropolitana de Lisboa arrendavam então a 10,9 €/m2, mais três euros do que em 2013.

Lisboa apresenta os valores mais altos da Área Metropolitana de Lisboa, que é responsável por 38% do total de arrendamentos do país (7.632 contratos de arrendamento). Seguem-se Cascais e Oeiras, com uma renda média contratada fixada nos 6,3 €/m2.

A Margem Norte – 32% do total de arrendamentos do país – registou em 2013 uma renda média de 5,5 €/m2, um valor significativamente superior ao da Margem Sul (4,3 €/m2).