Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Dois carros-bomba explodiram num terminal de autocarros e num mercado movimentado na cidade de Jos, na Nigéria, e morreram pelo menos 118 pessoas. Outras 45 ficaram feridas. Ainda não foi apurada a responsabilidade do duplo atentado mas suspeita-se que o grupo radical islâmico Boko Haram possa ser o culpado das explosões.

O coordenador do gabinete de emergência nacional disse à Al Jazeera que o número de mortos pode vir a aumentar, uma vez que ainda podem haver pessoas debaixo dos escombros. Um representante do governo regional disse à AFP que a maioria das vítimas eram mulheres e que as explosões ocorreram com uma diferença de 30 minutos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR