Ovos moles, enchidos, compotas, fumeiros de Trás os Montes, alheiras de Mirandela, queijos da Serra da Estrela, carnes do Alentejo. A lista continua, mas basta mencionar os pesos pesados da gastronomia nacional para aguçar o apetite. Resultou, não resultou? A primeira edição do festival Mesa à Portuguesa acontece entre 28 de maio e 1 de junho, no cinquentenário espaço Fiartil, no Estoril.

Habituada a organizar eventos que promovem um prato ou uma iguaria, a empresa Semáforo Azul quis, desta vez, englobar num mesmo espaço o melhor que se faz dentro das fronteiras lusas. Ao todo, são cerca de 80 lojas, tasquinhas e espaços dedicados aos produtos alimentares que melhor caracterizam a terra que os vê “nascer”. Noventa por cento do que está exposto é direcionado para a gastronomia, mas também há vinhos, licores e ginjinhas.

A comida não se esgota aqui. Há ainda seis restaurantes temáticos, a representar diferentes zonas do país. Por exemplo, o das sardinhas e caracóis, ao estilo cascalense, as açordas e peixinhos da horta, que remetem para a capital, o leitão da Bairrada, o porco alentejano e o vitelão mertolengo do Alentejo e as francesinhas portuenses no forno a lenha. E porque os mais pequenos são convidados de honra, o espaço vai disponibilizar uma área infantil, com zona de recreio, bem como produtos específicos. Animação permanente e espetáculos musicais são uma promessa.

O preço de entrada é de dois euros, mas, por cada dez euros em compras no interior do festival, os visitantes serão reembolsados em um euro. As crianças até aos 12 anos não pagam e quem tiver o passe da CP, Comboios de Portugal, terá direito a um desconto de 50 por cento.

 

Horário de funcionamento
28 a 30 de maio, das 17h00 às 24h00
31 de maio e 1 de junho, das 11h00 às 24h00