Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

The Who, uma das mais lendárias bandas britânicas dos anos 1960 e 1970, vão iniciar uma digressão intitulada “The Who Hits 50” e destinada a celebrar meio século de existência. Os primeiros nove concertos serão realizados no Reino Unido, em novembro e dezembro de 2014, a que se seguirá um périplo pelos Estados Unidos, de acordo com a revista Rolling Stone.

Durante uma conferência de imprensa realizada no clube de jazz londrino Ronnie Scott’s, onde os Who estrearam ao vivo, em 1969, Tommy, a primeira ópera-rock de que foram autores, Roger Daltrey afirmou que a nova digressão marcará o arranque de um “longo adeus”. O vocalista da banda, que com o guitarrista Pete Townshend integra o duo de sobreviventes da formação original depois das mortes do baterista Keith Moon e do viola-baixo John Entwistle, acrescentou que a banda “há-de parar de fazer digressões antes de deixar de tocar como banda”. À afirmação de Daltrey de que a vida na estrada é “dura para o corpo”, Townshend recordou “as prostitutas, a heroína, a cocaína”, ao que o vocalista ripostou: “Já não consigo aguentar mais isto”.

Roger Daltrey revelou que não há, ainda, datas confirmadas para os concertos a realizar nos Estados Unidos e adiantou que as atuações passarão em revista os êxitos criados pela banda, a maioria assinada por Townshend, e publicados em álbuns classificados como clássicos da história do rock como Who’s Next, Tommy, Quadrophenia e My Generation, o primeiro disco, editado em 1965, depois de a banda ter deixado cair o nome inicial de High Numbers.

Antes da conferência de imprensa, Roger Daltrey e Pete Townshend interpretaram versões acústicas de quatro temas do vasto repertório dos Who, incluindo Substitute, Bargain, The Kids Are Alright e Won’t Get Fooled Again. Durante a digressão que se avizinha, a banda pretende integrar no alinhamento temas menos conhecidos e que habitualmente não fazem parte dos planos das prestações ao vivo. Os dois elementos fundadores dos Who adiantaram, ainda, que entrarão em estúdio durante o verão de 2014 para gravarem um novo álbum de originais, o primeiro desde a edição de Endless Wire, em 2006.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR