Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Até 5 de setembro, todas as sextas-feiras, às 19h30, vão ter banda sonora de artistas portugueses, norte-americanos, finlandeses, franceses e guineenses. Sempre com entrada gratuita: é o ciclo Noites de Verão que leva a boa música ao Jardim das Esculturas, no MNAC – Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, em Lisboa, num evento que se repete pelo quinto ano consecutivo.

Cabe à finlandesa Nau Lau dar o primeiro dos nove concertos que fazem parte deste ciclo, programado pela promotora Filho Único. A cantora, compositora e instrumentista vem mostrar, a 11 de julho, o seu último trabalho, Valohiukkanen, lançado em 2012.

Na sexta-feira seguinte, o público vai poder ver e ouvir Chris Corsano. Jazz, rock e improviso são as sonoridades favoritas do músico que também integra os Six Organs of Admittance. No dia seguinte, Corsano sobe até ao Porto para atuar no Jazz no Parque de Serralves.

Num programa tão equilibrado em termos de qualidade, é difícil fazer destaques. Mas, no dia 1 de agosto, Josephine Foster é um nome a não perder. Cantora lírica de formação, a norte-americana lançou no final o álbum I’m A Dreamer, de onde saiu uma música com o mesmo nome e cuja audição se recomenda.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A 22 de agosto, o jardim do museu acolhe os Timespine, recente e inesperado trio que une a folk que vem de Tó Trips (Dead Combo), a música antiga que vem de Adriana Sá e a liberdade pulsante que nasce do baixo de John Klima.

Veja em baixo o programa completo:

Dia 11 de julho Lau Nau
Dia 18 de julho Chris Corsano
Dia 25 de julho Mdou Moctar
Dia 1 de agosto Josephine Foster
Dia 8 de agosto Ghédalia Tazartès
Dia 15 de agosto Norberto Lobo & João Lobo
Dia 22 de agosto Timespine
Dia 29 de agosto Tropa Macaca
Dia 5 de setembro Kimi Djabaté