O ministro da Saúde garantiu esta noite que “Portugal está bem preparado” para fazer face ao surto de ébola. Numa entrevista à SIC, Paulo Macedo afirmou que “a probabilidade de haver um caso de ébola em Portugal é baixa”, segundo os dados de que dispõe.

O facto de ter sido diagnosticado esta segunda-feira o primeiro caso de ébola na Europa, na vizinha Espanha, não parece alarmar Paulo Macedo, que diz que estão a ser feitos “contactos intensos” entre as autoridades de saúde dos dois países para acompanhar a situação. E, apesar da probabilidade baixa de um caso da doença em território nacional, “baixa não é zero”, pelo que, afirma o ministro, o país “está a preparar-se”.

“Estamos a aprender todos os dias”, afirmou o ministro relativamente à hipótese de o caso de ébola detetado em Madrid ter resultado de uma falha no procedimento no tratamento de doentes. “Pedimos a um conjunto de especialistas para rever os protocolos” aplicáveis nestes casos – as conclusões deverão ser conhecidas até ao fim desta semana, garantiu o responsável, que acrescentou ainda que já esta quarta-feira a Direção Geral de Saúde vai divulgar novas instruções relativas ao acesso dos doentes aos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.