Itália, Inglaterra e Suécia. São estes os adversários da seleção sub-21 para o Campeonato da Europa de 2015, que terá lugar na República Checa. A seleção de Rui Jorge chegou à fase final do Euro-2015 depois de vencer todos os jogos do Grupo 8 na fase de qualificação. A seguir, no play-off, eliminou a Holanda com duas vitórias (2-0 e 5-4).

Portugal não disputa um Europeu sub-21 desde 2007. O melhor resultado na prova aconteceu em 1994, em França, curiosamente quando caiu contra uma equipa que estará no Grupo 2 em 2015. Na altura perdeu na final contra a Itália, com um golo de Orlandini no prolongamento. Do lado lusitano havia jogadores como Rui Costa, Luís Figo, João Pinto e Capucho. Os italianos contavam com nomes como Toldo, Panucci, Cannavaro e Inzaghi.

Os italianos são, aliás, a equipa com melhor histórico nesta fase final. A squadra azzurra venceu em 1992, 1994, 1996, 2000 e 2004. O jejum já vai longo, mas até esteve perto de acabar em 2013. Mas acabariam por perder a final de 2013, contra a Espanha de Julen Lopetegui, o treinador do FC Porto. Thiago Alcantara marcou três golos e Isco mais um: acabou 4-2 (Immobile e Borini marcaram para os de azul). Os italianos chegam à República Checa depois de vencer o Grupo 9, com seis vitórias e duas derrotas em oitos jornadas. No play-off ultrapassaram a Eslováquia: 1-1, 3-1.

Os ingleses são outros rivais de respeito neste Grupo B. Venceram duas vezes, mas na longínqua década de 80. A última aparição foi em 2013 e não foi grande espingarda: ficaram-se pela fase de grupos. A Inglaterra chega a esta fase final do Euro-2015 depois de conquistar o primeiro lugar do Grupo 1, com nove vitórias e um empate em dez partidas. A vítima do play-off foi a Croácia: 2-1, 2-1. Atenção ao senhor que joga na frente: Saido Berahino foi o melhor marcador da qualificação com dez golos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Finalmente, os suecos. A melhor participação aconteceu em 1992, quando perderam a final para os italianos. Foi certamente um verão duro de digerir, pois a Dinamarca seria campeã europeia no escalão dos graúdos. A Suécia não disputa um Europeu de sub-21 desde 2009, quando atingiu as meias-finais. Esta seleção ganhou o Grupo 7, com cinco vitórias, um empate e duas derrotas. O play-off é que deu que falar: enganou a França (0-2, 4-1). Lembra-se do francês que festejou cedo de mais? Foi galo…

O Grupo A conta com República Checa, Alemanha e Sérvia. Nedved, a lenda checa que estava a retirar as bolas do sorteio, chegou a pedir desculpa. Porquê? Porque depois de colar o país dele à Alemanha, quando surgiu Portugal ficou preocupado. Deu até a sensação que ele concluiu ter juntado Portugal e Alemanha com os checos. Mas não.