O ex-futebolista brasileiro Pelé continua internado, já sem sintomas da infeção urinária que motivou a sua hospitalização há 13 dias, mas sem previsão para receber alta, informaram este domingo os seus médicos.

Edson Arantes do Nascimento, de 74 anos, apresenta, de acordo com o boletim clínico divulgado pelo Hospital Albert Einstein de São Paulo, uma “boa evolução clínica, sem sinais de infeção” e continua a ser submetido a um tratamento com antibióticos.

A mesma nota destaca que, devido à boa evolução do estado de saúde e por não apresentar sintomas de infeção, aquele que é considerado por muitos o melhor futebolista de “todos os tempos” foi transferido, no sábado, da unidade de cuidados intensivos para um quarto comum do hospital.

No entanto, o boletim clínico não prevê ainda a data para que Pelé tenha alta.

O ex-futebolista foi hospitalizado por uma infeção urinária a 24 de novembro, dois dias depois de receber alta após ter sido submetido a uma operação para a extração de cálculos renais, uretrais e vesicais.

Pelé, o “rei” do futebol, é o único jogador que venceu por três vezes o Mundial: conseguiu-o em 1958, na Suécia, em 1962, no Chile, e em 1970, no México.