A partir desta segunda-feira e até ao dia 27 de fevereiro, mais de 50 unidades de cuidados de saúde primários (centros de saúde) da região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) vão estar abertos até mais tarde e alguns até ao fim de semana. A medida foi adotada pela Administração Regional de Saúde LVT para fazer face à época gripal e ao aumento da procura que tem levado ao aumento dos tempos de espera nas urgências hospitalares.

Há centros de saúde a fechar às 24 horas, outros a abrir ao sábado de manhã ou também à tarde e outros ainda que vão estar abertos aos domingos, como é o caso do atendimento complementar do Barreiro – Extensão da Quinta da Lomba (das 9 horas às 22 horas).

Para já, a extensão dos horários dos centros de saúde só foi decretada pela ARS LVT, sendo que o Ministério da Saúde já tinha dado autorização a todas as administrações regionais de saúde para alargarem o horário de funcionamento dos cuidados de saúde primários se entendessem ser necessário.

Esta é uma das medidas do Plano de Contingência da Gripe, que o ministro da Saúde tem vindo a dizer que está preparado para fazer face ao pico da gripe. Além desta, também já foi anunciado que a Linha Saúde 24 (808242424) irá sofrer um reforço de 60 profissionais de saúde para um serviço específico para o atendimento de casos suspeitos de gripe, nos próximos dias.

Nas últimas semanas os tempos de espera têm crescido nas urgências de várias unidades hospitalares e até já se registaram sete mortes de utentes à espera na urgência.