Um doce escândalo, ou quase. Um vídeo de segurança que mostra Ariana Grande a lamber alguns donuts tornou-se viral esta semana e tem vindo a espalhar-se na internet. Tudo aconteceu numa loja na Califórnia, onde a artista e o seu novo namorado foram filmados a lamber os bolos em forma de argola à revelia do staff. Às lambidelas, seguiram-se risos e uma declaração que chocou os EUA, proferida assim que o empregado regressou com um tabuleiro repleto de doces: “Odeio americanos. Odeio a América”. O vídeo foi divulgado pelo site TMZ, circulou por diversos meios da imprensa cor-de-rosa e chegou, inclusive, ao Washington Post.

Entretanto, a artista já veio pedir desculpa. Primeiro na forma de um comunicado enviado ao Buzzfeed, onde disse estar “extremamente orgulhosa por ser americana”, explicando que a polémica citação referia-se, afinal, à obesidade infantil. “O que disse num momento privado com o meu amigo, que estava a comprar os donuts, foi retirado do contexto e eu peço desculpa por não ter sido mais discreta na minha escolha de palavras.”

Ariana acrescentou ainda que é defensora de uma alimentação saudável e que se sente incomodada com a obesidade que existe em solo norte-americano: “O facto de os Estados Unidos terem a taxa de obesidade infantil mais elevada no mundo deixa-me frustrada. Precisamos de fazer mais para nos educarmos, e às nossas crianças, sobre os perigos de comer em excesso e [sobre] o veneno que colocamos nos nossos corpos. Precisamos de exigir mais da indústria alimentar”.

Apesar do comunicado, a estrela pop sentiu necessidade de fazer um vídeo pessoal, que publicou no Youtube esta quinta-feira. No clip com cerca de quatro minutos e intitulado “sorry babes” (o que poderá ser traduzido para “desculpem queridos”), a cantora volta a reforçar o pedido de desculpas. “Fiquei tão revoltada comigo própria. Eu [só] queria enfiar a cabeça na almofada e desaparecer”, diz na gravação a preto e branco que já conta com mais de 600 mil visualizações.

https://www.youtube.com/watch?t=39&v=8G6BNwueFdg

O duplo lamento de Ariana Grande não foi, no entanto, suficiente para fazer esmorecer a polémica (pelo menos por enquanto). A propósito disso, o Washington Post refere que esta é uma nova geração de celebridades, sujeita à presença constantes das câmaras. E precisamente porque tudo é tão facilmente gravado, que a falta de privacidade gera negócio — o vídeo de Ariana a lamber os donuts não terá chegado às mãos dos jornalistas do TMZ por acaso.

Num registo menos sério, o Buzzfeed aproveita a oportunidade para fazer, como de costume, uma lista temática e, desta vez, convida os seus leitores a conhecerem “o guia de 12 passos de Ariana Grande” para… melhor comer um donut.

Mas o impacto não é apenas mediático e o que a estrela de música fez pode ter sérias consequências. A loja onde tudo aconteceu, a Wolfee Donut, em Lake Elsinor, terá falhado uma inspeção de segurança depois do sucedido, escreve o Daily Mail, jornal que adianta que o vídeo em questão está a ser investigado pelas autoridades locais em conjunto com o departamento de saúde pública do condado de Riverside.

Depois da divulgação do vídeo, Ariana Grande cancelou um concerto marcado para este sábado, pelo que vai substituída pela colega de profissão Demi Lovato.