Rádio Observador

Cinema

Os vencedores dos Globos de Ouro 2016

325

Na 73ª edição dos Globos de Ouro, o filme "The Revenant: O Renascido" foi o grande vencedor da noite arrecadando três prémios. Matt Damon e Jennifer Lawrence foram outros dos destaques.

Getty Images

Na 73ª edição dos Globos de Ouro, na madrugada deste domingo, e que marcou o regresso de Ricky Gervais como apresentador da cerimónia, o filme “The Revenant: O Renascido” foi o grande vencedor da noite arrecadando os prémios de Melhor Filme (drama), Melhor Realizador (Alejandro Iñárritu) e Melhor Ator (Leonardo DiCaprio).

Jennifer Lawrence levou também para casa o Globo de Ouro de Melhor Atriz em comédia ou musical pelo seu papel em “Joy”. “Carol” terá sido a grande derrotada da noite com cinco nomeações mas sem nenhum prémio arrecadado.

“Steve Jobs” venceu também dois galardões – o de Melhor Atriz Secundária (Kate Winslet) e Melhor Argumento (Aaron Sorkin). Também “Perdido em Marte” ganhou em duas categorias, o de Melhor Ator em comédia ou musical (Matt Damon) e na de Melhor Filme igualmente em comédia ou musical.

Por fim o ator Denzel Washington recebeu o prémio Cecil B. DeMille em homenagem à sua carreira.

No entanto um dos momentos que marcaram a noite foi a altura em que Lady Gaga se levantou para receber o seu Globo de Ouro de Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme pelo papel na série de terror “American Horror Story: Hotel”. Enquanto passava pela plateia, o protagonismo da cantora e atriz foi roubado pela reação de Leonardo DiCaprio quando esta lhe tocou no braço:

Aqui ficam os principais vencedores da 73ª edição dos Globos de Ouro:

Melhor Filme (Drama)

The Revenant

Melhor Filme (Comédia ou Musical)

Perdido em Marte

Melhor Realizador

Alejandro Inarritu, por The Revenant

Melhor Atriz (Comédia ou Musical)

Jennifer Lawrence, em Joy

Melhor Ator (Comédia ou Musical)

Matt Damon, em Perdidos em Marte

Melhor Atriz (Drama)

Brie Larson, em Room

Melhor Ator (Drama)

Leonardo DiCaprio, em The Revenant

Melhor Ator Secundário

Sylvester Stallone, em Creed

Melhor Atriz Secundária

Kate Winslet, em Steve Jobs

Melhor Argumento

Aaron Sorkin, por Steve Jobs

Melhor Filme Estrangeiro

Son of Saul (Hungria)

Melhor Filme de Animação

Inside Out

Melhor Banda Sonora Original

The Hateful Eight, por Ennio Morricone

Melhor Canção Original

Writing’s On The Wall, Spectre

Prémio Cecil B. DeMille

Denzel Washington

Televisão:

Melhor Série (Drama)

Mr. Robot

Melhor Série (Comédia ou Musical)

Mozart in the Jungle

Melhor Ator (Drama)

Jon Hamm em Mad Men

Melhor Atriz (Drama)

Taraji P. Henson em Empire

Melhor Ator (Comédia ou Musical)

Gael Garcia Bernal em Mozart In The Jungle

Melhor Atriz (Comédia ou Musical)

Rachel Bloom – Crazy Ex-Girlfriend

Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme

Oscar Isaac por Show Me A Hero

Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme

Lady Gaga em American Horror Story: Hotel

Melhor Ator Secundário em Série, Minissérie ou Telefilme

Christian Slater por Mr. Robot

Melhor Atriz Secundária em Série, Minissérie ou Telefilme

Maura Tierney em The Affair

Melhor Minissérie ou Telefilme

Wolf Hall

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)